PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Meu time

Corinthians deveria aproveitar boa fase nos resultados e buscar soluções para suas dificuldades ofensivas

Timão conquistou mais uma vitória importante no Brasileirão, no entanto voltou a apresentar problemas de ataque que têm sido recorrentes nas últimas partidas

14 out 2021 06h03
| atualizado às 06h03
ver comentários
Publicidade

O Corinthians encostou no G4 do Brasileirão e igualou o Palmeiras em número de pontos na tabela após vencer o Fluminense, por 1 a 0, na última quarta-feira. Em termos de resultado, a partida foi ótima, tanto pensando no campeonato, quanto nas circunstâncias que ela apresentou. No entanto, o desempenho novamente deixou a desejar e indica necessidade de evolução.

Corinthians acertou apenas um chute no gol do Fluminense (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Corinthians acertou apenas um chute no gol do Fluminense (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Foto: Lance!

TABELA

GALERIA

A impressão é de que a equipe, que parecia em trajetória ascendente em termos de qualidade de jogo, tem regredido nas últimas partidas. Se levarmos em conta os três últimos duelos, quando eles foram jogados no 11 contra 11, o Timão mostrou dificuldades para criar no setor ofensivo e foi bastante ameaçado pelos adversários. Ainda assim, foram duas vitórias e uma derrota.

Contra o Bahia, até um jogador baiano ser expulso e cometer pênalti, o Corinthians perdia por 1 a 0 e não conseguia desenvolver seu jogo, nem mesmo com os quatro grandes reforços atuando juntos. No segundo tempo, com um atleta a mais, se aproveitou dessa superioridade e garantiu um placar de 3 a 1 sem grandes problemas. A apresentação, porém, não foi boa.

Na partida seguinte, sem Willian, o desempenho foi ainda pior. Com pouca intensidade e muitos passes de lado, o Timão pouco ameaçou o Sport, que abriu o placar apenas no segundo tempo, mas poderia ter feito um placar mais elástico. Naquele dia, o resultado não feio e ficou mais exposto que há ainda alguns pontos a serem trabalhados na construção de jogadas de ataque.

Diante do Fluminense, os estilos de cada um ficaram bem aparentes. Enquanto o Corinthians estava disposto a propor o jogo, o Flu esperava para sair em contra-ataques. Com a dificuldade corintiana em criar, novamente com lentidão na construção das jogadas, os cariocas se aproveitaram e levaram perigo no primeiro tempo, mas pararam na boa atuação de Cássio, que salvou o time.

Na segunda etapa, quando as condições estavam ainda mais favoráveis ao Fluminense, e o Timão cada vez mais sem inspiração, Gustavo Mosquito fez cruzamento preciso para Gabriel Pereira fazer um golaço, ou seja, o tento saiu, basicamente, de lampejos individuais e da falta de eficiência ofensiva dos adversários. Para se ter uma ideia, essa finalização de GP foi a única certa do Alvinegro na partida, enquanto o Flu acertou quatro vezes o alvo.

Assim, a atuação da última quarta-feira não foi um fato isolado, mas sim algo que mostra uma tendência e dá sinais de que é necessário encontrar mais soluções para essa dificuldade de criação, principalmente na questão de velocidade na construção. Enquanto os resultados estão vindo, o momento é o ideal para testar novas possibilidades e mudanças na equipe titular.

Lance!
Publicidade
Publicidade