1 evento ao vivo

Corinthians corre para deixar Cazares pronto para estreia nesta quarta-feira

Clube trabalha tanto para regularizar a documentação quanto para deixar meia em condições físicas adequadas

27 set 2020
22h10
atualizado às 22h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O técnico interino Dyego Coelho espera contar com o meia-atacante equatoriano Cazares já diante do Atlético Goianiense, nesta quarta-feira, na Neo Química Arena, em São Paulo, em jogo adiado da primeira rodada do Campeonato Brasileiro, e conta com ajuda de todos no clube para que a documentação esteja regularizada e o jogador em condições físicas.

Desde a confirmação do acerto com o jogador que o clube trabalha em todas as frentes para ganhar opções e acabar com o efeito gangorra no campeonato, no qual não consegue ganhar duas seguidas. A chegada de Cazares é vista como a chance de Jô ganhar um parceiro de ponta. Há a confiança, ainda, no entrosamento dele com o venezuelano Otero, o que deixaria a equipe mais forte.

Cazares vem trabalhando forte a parte física e se esforçando para estar à disposição nesta quarta-feira. "É emocionante estar em um time desse, mas também o Fabrício (Pimenta, preparador físico) está acabando comigo, está me matando, só físico, correndo", disse à TV Corinthians. "Mas vai fazer bem na hora do jogo, vou estar forte e bem fisicamente".

Após abraçar o time e apoiar jogadores sem prestígio, Dyego Coelho agora quer apostar em atletas mais cascudos. Cazares se enquadra nesse perfil e, quanto antes tiver em campo, melhor para o treinador.

Everaldo e Luan, a quem Dyego Coelho queria resgatar no clube, parecem ter perdido de vez o respaldo. O atacante fez pênalti tolo na derrota para o Sport e o meia segue na sonolência de sempre. Otero e Cazares serão os parceiros de Jô.

Resta saber qual estrangeiro perderá espaço no clube, pois só cinco podem ser relacionados. Além dos parceiros recém contratados do Atlético-MG, o volante colombiano Cantillo é considerado vital. O uruguaio Bruno Méndez é o único reserva para a zaga. Sobraria para o meia chileno Araos ou o centroavante argentino Boselli, que não deve renovar no final do ano.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade