1 evento ao vivo

Corinthians aposta em nova identidade para ampliar supremacia na Copinha

1 jan 2019
09h04
atualizado às 09h04
  • separator
  • comentários

Maior vencedor da história da Copa São Paulo com 10 conquistas, o Corinthians não teve um 2018 tão vitorioso na sua categoria sub-20. Após ter sido eliminado nas oitavas da Copinha, a equipe até conseguiu chegou às finais do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil, porém acabou sendo superado pelos rivais Palmeiras e São Paulo, respectivamente.

No Campeonato Brasileiro novamente acabou não indo tão longe e ficou de fora das fases finais após ser desclassificado na segunda fase do torneio. Já na Copa São Paulo, novamente a equipe acabou parando nas oitavas.

Apesar dos resultados não terem sido o esperado, a equipe apresentou uma clara evolução no decorrer da temporada, muito por conta da mudança no comando técnico. Após a saída de Coelho, que foi promovido a auxiliar na equipe profissional, do comando do time, o clube buscou Eduardo Barroca, ex-Botafogo, que deu uma nova cara a equipe.

Desde a sua chegada, o sub-20 do Timão apresenta um aproveitamento superior a 70% e uma boa média de dois gols marcados por partida. Além disso, o time claramente já adotou o estilo de jogo baseado em muitas trocas de passes. Tanto que o Timãozinho apresentou uma média de 600 passes trocados na Copa-RS, realizada no último mês.

Dentro de campo a equipe vem recheada de destaques que, num futuro próximo, podem integrar o elenco profissional comandado por Fábio Carille. Entre esses nomes está o do meia Fabrício Oya.

Campeão da Copinha em 2017, o meia de 19 anos disputará o torneio pela última vez com a chance de finalmente despontar o futebol que se espera dele. Na temporada passada, ele foi o principal nome da equipe já que dividiu a artilharia do time e foi líder em assistências, o que resultou inclusive na chance do jogador receber algumas oportunidades de ser relacionado pelo time principal.

Oya dividiu a artilharia da equipe na temporada com Nathan Palafoz. O centroavante de 19 anos marcou 19 gols nas 47 partidas que participou na temporada. O bom rendimento fez o Alvinegro pagar R$ 400 mil ao Nova Iguaçu por 50% do passe do jogador, que assinou um vínculo de três temporadas com a equipe.

A torcida corintiana ainda pode ficar de olho em outros três nomes que figuram entre os destaques do elenco que disputará a Copinha: os meias Fessin e Rafael Bilu, e o lateral-esquerdo Caetano. O trio chamou a atenção do técnico Jair Ventura, que chegou a utilizá-los em algumas partidas na reta final do Campeonato Brasileiro da temporada passada.

O Corinthians disputa o grupo 17 da Copinha e briga pela vaga contra o Capital-TO, o Ituano e o Sinop-MT. A estreia do Timão acontece contra o time do Tocantins, em Itu, no próximo dia 2 de janeiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade