0

Cássio comenta sobre saídas de Ralf e Jadson

22 jan 2020
06h09
atualizado às 06h09
  • separator
  • 0
  • comentários

Logo na sua coletiva de apresentação, Tiago nunes confirmou que Ralf e Jadson não faziam mais parte dos planos do Corinthians. Semanas após a decisão, que gerou opiniões divergentes entre os torcedores, o goleiro Cássio comentou a respeito das saídas e negou ter mais voz que os jovens jogadores do elenco.

Cássio comentou a respeito das saídas de Cássio e Jadson (Foto: Reprodução/Fernando Dantas)
Cássio comentou a respeito das saídas de Cássio e Jadson (Foto: Reprodução/Fernando Dantas)
Foto: Gazeta Esportiva

"Difícil, peguei anos que saiu 15, 16, Corinthians é um time que pela visibilidade muda jogadores. Mas não puxo esse peso, tem uns seis ou sete com liderança, aqui dividimos. Decidimos tudo em conjunto, todos têm voz ativa. Não fazemos diferença do mais novo ou do mais velho. Todos se sentem líderes e se ajudam. Maior tempo de clube talvez seja eu, mas todos têm voz ativa e dividem essa responsabilidade no Corinthians", comentou.

Somando ambas as passagens, Ralf disputou 420 jogos e conquistou seis títulos pelo Corinthians - Campeonato Brasileiro (2011), Libertadores da América (2012), Mundial de Clubes (2012), Campeonato Paulista (2013), Recopa (2013) Campeonato Brasileiro (2015).

Novamente questionado a respeito da saída do volante, Cássio exaltou o ex-companheiro e evitou polêmicas.

"Ralf é meu compadre, mandei mensagem para ele. Tem uma história muito bonita, grandes títulos, aqui sempre foi um cara muito trabalhador, que nos ajudou muito. A gente deseja sucesso, que dê sequência na carreira e que possa ser tão feliz como foi no Corinthians", finalizou.

O primeiro teste do Corinthians será diante do Botafogo-SP, nesta quinta-feira, às 21h30 (de Brasília), na Arena em Itaquera, em partida válida pelo Campeonato Paulista.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade