PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Favoritar Time

Casagrande fora da Globo: veja polêmicas com comentaristas e frases controversas

Ex-atacante anunciou nesta quarta-feira o fim do vínculo com a emissora carioca após 25 anos; nos últimos anos, teve discussões com Caio Ribeiro e PVC e alfinetou Muricy Ramalho

6 jul 2022 - 18h18
(atualizado às 18h49)
Ver comentários
Publicidade

Walter Casagrande anunciou nesta quarta-feira que não permanecerá no Grupo Globo como comentarista. Após 25 anos na casa, o ex-atacante, em acordo com a emissora, optou por encerrar seu vínculo e chamou a decisão de "um alívio para os dois lados." A última aparição de Casagrande na Globo foi na transmissão de São Paulo x América-MG, no Morumbi, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, no dia 12 de junho. Na ocasião, esteve ao lado de Renata Silveira, Caio Ribeiro e Salvio Spínola. Já em confrontos da seleção brasileira, sua última participação foi no duelo com a Argentina, em novembro de 2021, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

Nos últimos anos, Casagrande se envolveu em algumas polêmicas com colegas comentaristas da Globo. Sua visão sobre assuntos de cunho político também geraram questionamentos. Há algum tempo, Casagrande se dedicando a participações em programas do SporTV e jogos exibidos na TV aberta, pela emissora carioca. Comentarista número 1 da Globo, Casagrande participou das transmissões de cinco finais de Copa do Mundo.

Casagrande acumulou polêmicas ao longo de sua passagem pela TV Globo.
Casagrande acumulou polêmicas ao longo de sua passagem pela TV Globo.
Foto: Reprodução/Instagram / Estadão

POLÊMICAS

Em maio de 2021, Casagrande e Paulo Vinícius Coelho tiveram uma discussão acalorada durante o programa Seleção SporTV acerca da importância do título da Supercopa do Brasil e do Campeonato Paulista. Na ocasião, o ex-atacante do Corinthians rebateu o colega relembrando sua experiência como atleta e uma discussão que PVC teve com Edmundo, nos tempos de Fox Sports. A colocação de Casagrande deixou PVC abalado. Mais tarde, ambos relevaram a discussão.

Um ano antes, no programa Bem, Amigos, Casagrande também trocou farpas com Caio Ribeiro, principal colega de transmissões na emissora carioca. O motivo da discussão foi uma declaração de Raí, à época dirigente do São Paulo, crítica ao presidente Jair Bolsonaro. Caio não aprovou a fala de Raí e disse que o ex-meia deveria ter cuidados por ocupar o cargo diretivo no clube do Morumbi. A discussão entre Casagrande e Caio, que teve seus primeiros capítulos nas redes sociais, ganhou novas alfinetadas. Casagrande, por sua vez, defendeu que Raí tivesse o direito de tratar sobre qualquer temática e pediu mais coerência ao colega.

Casagrande também já dividiu microfone com Muricy Ramalho no Grupo Globo. Em março de 2021, o comentarista alfinetou o coordenador de futebol do São Paulo. Muricy foi filmado tendo uma discussão com um guarda civil de Bertioga por estar caminhando na praia de Riviera de São Lourenço, apesar das restrições impostas pelo aumento de casos de covid-19. Casagrande criticou o ex-colega, dizendo que ele poderia ter ido embora sem se indispor com o guarda: "A partir do momento que a polícia falou que não pode, vai embora".

Antes da semifinal da Copa América de 2019, Casagrande se encontrou com o atacante Gabriel Jesus e outros atletas da seleção brasileira no elevador do hotel em que a delegação estava acomodada. Casagrande relatou ter dito palavras de incentivo ao jogador do Arsenal, mas o ex-palmeirense mostrou incômodo com a abordagem do comentarista: "Na verdade, ele não falou assim, mas tudo bem. Fui muito educado, porque tive educação da minha mãe", explicou Gabriel Jesus ao SporTV, à época.

FRASES E MEMES

Casagrande teve problemas com números em 2017 em uma das passagens que mais gerou gargalhadas e memes na televisão. Na ocasião, o Corinthians lutava pelo título brasileiro, mas seu desempenho no segundo turno preocupava e deixava o Palmeiras esperançoso pela conquista do torneio. No Globo Esporte, Casagrande opinou sobre o tema. Perguntado sobre as chances do Corinthians perder a taça, de zero a dez, o comentarista afirmou: "Oito". Surpreso, Ivan More contestou e Casagrande tentou arrumar: "Quatro de perder e oito de ganhar. De zero a dez? Quatro, cinco... Um pouco mais de 50% de chance de ganhar e um pouco menos de 50% de perder."

O trabalho de Fábio Carille no comando do time alvinegro não gerou apenas incertezas em Casagrande. O comentarista também elogiou o trabalho do treinador e enxergou semelhanças com o Manchester City de Pep Guardiola. "O Corinthians está tentado fazer a mesma coisa que o Guardiola faz no City. E está conseguindo. Vamos com calma. Não estou comparando nada, mas o estilo de jogo é o mesmo".

FIM DE UMA ERA

O time principal de transmissão da Globo no século XXI não terá mais nenhum integrante a partir de 2023. Com as saídas de Casagrande, Arnaldo Cézar Coelho, Mauro Naves e Tino Marcos, apenas Galvão Bueno seguirá na emissora até o fim deste ano, fazendo a final da Copa do Mundo.

Estadão
Publicidade
Publicidade