4 eventos ao vivo

Carille admite Corinthians devendo: 'Temos de melhorar muito mais'

Por outro lado, treinador vê evolução em relação aos jogos anteriores: 'Incomodamos mais o adversário'

10 fev 2019
19h46
  • separator
  • 1
  • comentários

Apesar da derrota deste domingo para o Novorizontino, por 1 a 0, em Novo Horizonte, o técnico Fábio Carille viu o Corinthians evoluir em relação às apresentações anteriores. Nada, é claro, que o deixe satisfeito. O próprio treinador admitiu que sua equipe ainda está devendo futebol. O resultado manteve os corintianos em terceiro lugar do seu grupo no Campeonato Paulista, fora, portanto, da zona de classificação à próxima fase.

"Conseguimos triangular e chegar mais na área do adversário. Tinha a preocupação com a bola aérea. Criamos e chegamos na área. Incomodamos o adversário mais do que nos outros jogos. Mas temos de evoluir bastante para ir em busca dos nossos objetivos", disse o técnico, durante entrevista coletiva.

Questionado se a insatisfação da torcida é justificável, Carille respondeu: "Pelo jogo em Londrina, acho justo. Não jogamos nada", afirmou, referindo-se à partida do meio da semana, contra o Ferroviário-CE, pela Copa do Brasil. O time ficou duas vezes atrás no placar e se classificou com o empate por 2 a 2. "Hoje, não. Fizemos um jogo melhor. Mas sabendo que temos de melhorar muito mais", ponderou.

Carille também explicou por que promoveu seis alterações na equipe titular - Manoel, Henrique, Ralf, Jadson, Sornoza e Gustagol foram poupados, e apenas este último entrou já no fim do segundo tempo. "Por ser início de trabalho, desgaste. Jogaram com Palmeiras e Londrina. Sentimos jogadores cansados em cima dos exames. Por isso as mudanças", disse.

Por fim, o comandante alvinegro disse que não vê necessidade em trabalhar o psicológico da equipe. "Não sou muito de trabalhar o lado emocional. Trabalho mais o lado tático. Claro que cuidamos de tudo. Jogar no Corinthians é motivante demais. Mas estamos em um processo de melhorar bastante. E vai melhorar com trabalho e no decorrer dos jogos", comentou.

Estadão
  • separator
  • 1
  • comentários
publicidade