0

Avelar faz mais um, Corinthians vence o Ituano e passa em primeiro no grupo

20 mar 2019
23h23
atualizado às 23h46
  • separator
  • comentários

O Corinthians fez mais um bom jogo na noite desta quarta-feira e contou com o diferencial do lateral esquerdo Danilo Avelar para derrotar o Ituano, no estádio Novelli Júnior. Depois de um duelo equilibrado durante o primeiro e boa parte do segundo tempo, o defensor, que havia mandado uma bola na trave antes, surgiu na área do adversário e, de cabeça, marcou o único gol da vitória corintiana.

Com o resultado, o Alvinegro assegurou a primeira colocação do Grupo C do Campeonato Paulista, chegando a 21 pontos conquistados, três a mais do que a Ferroviária, sua adversária nas quartas de final. O primeiro jogo será com mando do rival, provavelmente em Araraquara, no final de semana. O dia vai ser definido no Conselho Técnico da Federação Paulista, nesta quinta-feira.

Corinthians para na trave e Cássio segura atrás

O primeiro tempo em Itu foi bastante movimentado para um 0 a 0 em que as equipes já estavam classificadas para a fase seguinte da competição. Apostando na velocidade do seu trio de ataque, o time da casa passou praticamente os primeiros cinco minutos no seu campo de ataque, rondando a área, mas sem finalizações de perigo. Coube ao Alvinegro tomar o controle do jogo na sequência e ameaçar a meta de Pegorari.

O primeiro lance de perigo veio quando Danilo Avelar desviou cobrança de escanteio e acertou a trave. A bola bateu em Henrique na volta e foi para fora. Cerca de 15 minutos depois, o próprio Henrique desviou um escanteio, dessa vez cobrado pela direita, carimbou a trave esquerda e viu a bola correr em cima da linha antes de Pegorari defender. Os corintianos pediram gol, mas a bola não ultrapassou totalmente a linha.

Os donos da casa se livraram ainda em boas descidas de Ramiro e Avelar, finalizadas para fora por Clayson e Jadson, e tiveram sua chance de sair na frente. Sempre pelo lado esquerdo, passando pelos pés de Martinelli, o Galo trabalhou rápido por baixo e Serrato levantou na segunda trave, onde Ramon cabeceou e exigiu boa defesa de Cássio, quase em cima da linha. O 0 a 0, porém, permaneceu.

Avelar continua iluminado

O Ituano voltou para o segundo tempo com um esquema diferente, recuando os seus pontas e criando superioridade no meio-campo. Dessa forma, foi uma equipe mais perigosa na frente e quase abriu o placar em chute de fora da área de Serrato, defendido por Cássio. Na sequência, Mateus cabeceou forte e Cássio fez boa defesa. O Timão reagiu, mas Carille escolheu tirar Boselli e colocar Love para dar mais rapidez ao ataque.

O jogo ficou mais equilibrado, mas caiu em um limbo de jogadas, com o Timão rodando no campo de ataque e o Galo partindo e contragolpes. Em uma das escapadas, Ramon recebeu na área e chutou cruzado, exigindo outra boa defesa de Cássio. O treinador alvinegro então resolveu promover a estreia de Fabrício Oya entre os profissionais e colocá-lo junto com Pedrinho, sacando Jadson e Ramiro.

O triunfo veio justamente em participação boa da dupla. Oya cobrou escanteio, a zaga afastou e Ralf ganhou a sobra. O volante acionou Pedrinho na área e o canhoto levantou na medida para Danilo Avelar, em momento iluminado, cabecear no contrapé de Pegorari para abrir o placar. O Ituano ainda tentou uma reação no final, mas o controle ficou com os comandados de Fábio Carille.

FICHA TÉCNICA

ITUANO 0 X 1 CORINTHIANS

Local: estádio Novelli Júnior, em Itu (SP)

Data: 20 de março de 2019, quarta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Salim Fende Chavez

Assistentes: Anderson de Moraes e Marco Antonio Motta

Público: 7.146 presentes

Renda: R$ 316.440,00

Cartões amarelos: Morato e Ramon (Ituano); Pedrinho e Danilo Avelar (Corinthians)

Gols:

CORINTHIANS: Danilo Avelar, aos 34 minutos do segundo tempo

ITUANO: Pegorari; Choco, Mateus, Ricardo Silva e Peri; Paulinho Dias (Bassani), Marcos Serrato e Corrêa; Morato (Claudinho), Martinelli e Ramon (Gui Mendes)

Técnico: Vinícius Bergantin

CORINTHIANS: Cássio; Michel, Marllon, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Richard e Jadson (Fabrício Oya); Ramiro (Pedrinho), Clayson e Boselli (Vagner Love)

Técnico: Fábio Carille

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade