0

Apesar da má fase, Clayson deve seguir entre os titulares do Corinthians

Fábio Carille admite que jogador tem deixado a desejar, mas reitera que é um atleta de sua confiança

9 out 2019
11h38
atualizado às 11h38
  • separator
  • 0
  • comentários

O atacante Clayson vive péssimo momento no Corinthians. O próprio técnico Fábio Carille admite isso. No entanto, o jogador segue entre os titulares da equipe e a tendência é que comece em campo na partida contra o Athlético-PR, quinta-feira, às 19h15, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A insistência pelo atacante acontece, especialmente, porque o reserva imediato, Everaldo, se recupera de uma cirurgia realizada no púbis e dificilmente entrará em campo ainda nesta temporada. Outro jogador que pode atuar no setor, o garoto Janderson, de 20 anos, tem ficado de fora, segundo o treinador, por causa da idade.

Na última entrevista, Carille comentou o atual momento de Clayson, mas deu respaldo ao jogador. "É um jogador da minha confiança. Briguei muito pela continuidade dele. Ele ajudou muito o Corinthians no primeiro semestre. Ele está mal tecnicamente, mas o que brigou contra a Chapecoense... Tem a minha confiança para que melhore", comentou.

Em relação aos eventuais substitutos, foi realista sobre a recuperação de Everaldo e elogiou o garoto que veio das categorias de base. "Não sei se vou ter o Everaldo mais neste ano. O Janderson está crescendo demais. Vi jogar muito pelo lado direito na base, mas ele gosta de jogar pela esquerda também (posição do Clayson). Os três gostam de jogar pela esquerda", afirmou.

Para a partida contra o Athlético, a principal novidade na escalação deve ser a presença de Boselli entre os titulares. Como Carille não contará com Pedrinho, convocado para a seleção olímpica, ele deve deslocar Vagner Love para a direita e colocar o argentino como centroavante.

O Corinthians é o quarto colocado na tabela do Campeonato Brasileiro com 42 pontos, a dez de distância do líder Flamengo. Na quinta-feira, enfrentará um adversário que está em nono, com 34, mas na luta para entrar no G-6 - quatro pontos o separam do Inter, o sexto colocado. Uma provável escalação do time alvinegro para a partida: Cássio; Fagner, Manoel, Gil e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro e Mateus Vital; Vagner Love, Boselli e Clayson.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade