PUBLICIDADE
Logo do

Chapecoense

Meu time

Chapecoense arranca empate nos acréscimos e impede Athletico-PR de assumir a liderança do Brasileiro

Com o resultado, o Furacão permanece na vice-liderança, um ponto atrás do Red Bull Bragantino; Já a Chapecoense continua afundada na zona de rebaixamento e sem vencer

27 jun 2021 22h12
| atualizado em 28/6/2021 às 01h08
ver comentários
Publicidade

No estádio Arena da baixada, em Curitiba, em partida válida pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, Athlletico-PR e Chapecoense ficaram no empate pelo placar de 2 a 2. O Verdão do Oeste abriu o marcador com Ignácio, após vacilada do goleiro Santos. Minutos depois, Khellven empatou ainda na etapa inicial, em bela jogada. A virada veio no segundo tempo, em cabeçada de Thiago Heleno. A Chape insistiu, pressionou e conseguiu o empate nos acréscimos, com Geuvânio.

Equipes fizeram partida movimentada pela 7ª rodada do Brasileiro (Foto: Reprodução: Twitter Athletico-PR)
Equipes fizeram partida movimentada pela 7ª rodada do Brasileiro (Foto: Reprodução: Twitter Athletico-PR)
Foto: Lance!

Com o resultado, o Furacão ficou com 13 pontos e permanece na vice-liderança. A Chape continua enterrada na zona de rebaixamento com 4 pontos.

Na próxima rodada, o Athletico-PR enfrenta o Fluminense, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Já a Chapecoense visita o Fortaleza, no Castelão. Ambas as partidas serão realizadas no dia 30 de junho no mesmo horário, às 16h.

O JOGO

MUITA DISPUTA E POUCA EMOÇÃO NA PRIMEIRA PARTE DO JOGO

Os primeiros 20 minutos da partida entre Athletico-PR e Chapecoense na Arena da Baixada foram marcados por muita briga por espaço e sem oportunidades de gol criadas pelas duas equipes.

CHAPECOENSE ABRE O PLACAR

O jogo era tão marcado, que o primeiro gol da partida saiu de uma roubada de bola. O Athletico-PR foi sair jogando no meio-campo e perdeu a bola. No contra-ataque, Fernandinho tentou arremate de fora da área, mas a bola desviou na defesa do Furacão e subiu. O goleiro Santos demorou para sair do gol, Ignácio antecipou e abriu o placar: 1 a 0 para Chapecoense, aos 25 minutos.

ATHLETICO-PR VAI PARA CIMA E EMPATA O JOGO

Após o gol, o Furacão foi com tudo para cima da Chapecoense, que se defendia muito bem e não permitia que os donos da casa criassem grandes chances de gol. Mas, aos 36, após lançamento de Pedro Henrique, Khellven dominou a bola pelo lado direito, limpou a jogada e empatou: 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO

ATHLETICO-PR VOLTA MELHOR DO INTERVALO, PRESSIONA E VIRA A PARTIDA

O Furacão voltou do segundo tempo determinado a virar o jogo e pressionava. A Chape fazia o possível para segurar o empate e até a trave ajudava o Verdão do Oeste. A finalização de Terans carimbou o poste do goleiro João Paulo.

Mas, aos 14 minutos, o gol saiu. Após cobrança de escanteio de Terans, Thiago Heleno antecipou a marcação da Chapecoense e fez de cabeça para virar a partida para o Athletico-PR: 2 a 1 para o Furacão.

ATHLETICO-PR NÃO MATA O JOGO, CHAPE VAI PARA CIMA E CONSEGUE O EMPATE

A Chapecoense demorou para assimilar o gol da virada e por pouco não tomou o terceiro. Aos 27, após cruzamento, Matheus Babi, do Athletico-PR, quase marcou de cabeça o terceiro gol do Furacão.

Jair Ventura começou a mexer no time. A Chape foi melhorando com as alterações e começou a criar oportunidades de gol. O Athletico-PR conseguiu segurar a vantagem até os 48, quando dois jogadores que saíram do banco de reservas conseguiram construir a jogada do gol. Kaio Nunes cruzou da direita, Geuvânio dominou e colocou para dentro para igualar o placar e decretar o empate por 2 a 2.

ATHLETICO-PR 2 x 2 CHAPECOENSE - CAMPEONATO BRASLEIRO SÉRIE A - 7ª RODADA

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Data: 27 de junho de 2021, às 20h (de Brasília)

Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)

Assistentes: Lucio Beiersdorf Flor (RS) e Andre da Silva Bitencourt (RS)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartões amarelos: Zé Ivaldo (ATH), Lima (CHA)

Cartões vermelhos:

GOLS: Ignácio, 25'/1ºT (CHA); Khellven, 36'/1ºT (ATH); Thiago Heleno, aos 14'/2ºT (ATH); Geuvânio, aos 48'/2ºT (CHA).

ATHLETICO-PR (Técnico: António Oliveira)

Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo; Khellven, Christian (Erick, aos 28'/2ºT), Léo Cittadini, Abner Vinícius, Terans (Jadson, aos 32'/2ºT) e Vitinho (Carlos Eduardo, aos 38'/2ºT); Matheus Babi (Renato Kayzer, aos 38'/2ºT).

CHAPECOENSE (Técnico: Jair Ventura)

João Paulo; Ignácio, Felipe Santana e Derlan; Matheus Ribeiro, Lima, Ravanelli e Mancha (Felipe Baxola, aos 23'/2ºT); Fernandinho (Kaio, aos 30'/2ºT), Anselmo Ramon (Perotti, aos 23'/2ºT) e Mike (Geuvânio, aos 30'/2ºT).

Lance!
Publicidade
Publicidade