PUBLICIDADE
Logo do

Ceará

Meu time

Invicto Ceará e irregular Bahia decidem Copa do Nordeste pelo segundo ano consecutivo

Time baiano tem chance de dar o troco nos cearenses após perder os dois jogos da decisão do ano passado

25 abr 2021 18h10
| atualizado às 18h10
ver comentários
Publicidade

Ceará e Bahia decidirão a Copa do Nordeste novamente nos próximos dois sábados. Enquanto a equipe alvinegra bateu o Vitória por 2 a 0 em uma semifinal deste sábado, o Bahia empatou em 0 a 0 com o Fortaleza, triunfando por 4 a 2 nos pênaltis. A final será a mesma de 2020, na qual o Ceará venceu as duas partidas e conquistou a competição pela segunda vez.

O Ceará, comandado por Guto Ferreira, vem embalado. Assim como em 2020, está invicto, tendo terminado a primeira fase como líder do grupo A com quatro vitórias e quatro empates. Nas quartas de final, eliminou o Sampaio Corrêa, antes de derrotar o Vitória. Além disso, também triunfou sobre o Jorge Wilstermann, da Bolívia, pela Copa Sul-Americana, na primeira vitória em uma partida oficial contra estrangeiros na história do clube. A equipe tem se notabilizado pela solidez defensiva: sofreu apenas três gols até agora na Copa do Nordeste, com destaque para a dupla de zaga formada por Messias e Luiz Otávio.

Por sua vez, o Bahia, de Dado Cavalcanti tenta demonstrar força contra um adversário qualificado. A equipe tem sido irregular: na primeira fase, goleou Altos-PI e Sport, mas foi derrotado por CSA, Fortaleza e Vitória, tendo terminado o grupo na segunda colocação com quatro vitórias, um empate e os reveses. Nas quartas, aplicou nova goleada o CRB e, na semi, em novo confronto com o Fortaleza jogou melhor, mas não conseguiu marcar e triunfou nas penalidades. Na Copa Sul-Americana, empatou com o Montevideo City Torque em 1 a 1 fora de casa.

O Bahia busca revanche pela história recente contra o Ceará. Além da derrota na final da Copa do Nordeste de 2020, a equipe também perdeu os dois jogos do Campeonato Brasileiro para o adversário alvinegro, ambos por 2 a 0. Outro ponto é que, na primeira vez que o Ceará levantou o troféu da competição, em 2015, o vice também foi a equipe de Salvador.

Após ser campeão nordestino em 2017, o Bahia chegou à final mais duas vezes, mas perdeu para o Sampaio Corrêa em 2018 e para o Ceará. A equipe busca o quarto título, que o colocaria ao lado do arquirrival Vitória como o maior campeão da competição. Caso seja campeão, o Ceará se igualará ao Sport e ao próprio Bahia como o segundo maior vencedor, com três taças.

O primeiro jogo será na Arena Fonte Nova e, o segundo, no Castelão. Os horários ainda não foram definidos. As partidas serão transmitidas no SBT e afiliadas regionais para quem mora na região Nordeste, e, no restante do país, pela Fox Sports e pelo serviço de pay-per-view Nordeste FC.

Estadão
Publicidade
Publicidade