PUBLICIDADE
Logo do

Ceará

Favoritar Time

Em noite de Neto Baiano, Sport fica perto do tri do Nordeste

3 abr 2014 - 01h01
Ver comentários
Publicidade
Jogadores do Sport comemoram primeiro gol com o centroavante Neto Baiano
Jogadores do Sport comemoram primeiro gol com o centroavante Neto Baiano
Foto: Eduardo Amorim / Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra

Jogando em casa na primeira partida da decisão da Copa do Nordeste, o Sport se aproximou do tricampeonato do torneio regional. Com gols de Danilo e Neto Baiano, o time pernambucano bateu o Ceará na Ilha do Retiro por 2 a 0 e agora pode até perder por um gol de diferença no confronto de volta, a ser realizado na Arena Castelão.

O Ceará começou conseguindo manter a bola no seu campo ofensivo e logo aos dois minutos Magno Alves desperdiçou uma grande oportunidade, quando recebeu livre dentro da grande área e chutou em cima do goleiro Magrão, que mandou para escanteio. Apesar da grande presença da torcida pernambucana, os cearenses em muito menor número conseguiam rivalizar também no barulho. Mas o Sport logo conseguiu equilibrar as ações ofensivas na primeira partida da final da Copa do Nordeste.

Aos 10 minutos, Ananias cruzou da lateral esquerda e o artilheiro Neto Baiano recebeu na área, ganhou do zagueiro e conseguiu abrir o marcador. Uma jogada no estilo do centroavante, trombador, que não se importa em fazer gols bonitos. Após o gol as duas equipes diminuíram o ritmo, mas o Ceará voltou a ter mais presença no campo ofensivo, enquanto o Sport continuava parecendo querer aproveitar os contra-ataques, especialmente com seus dois atacantes de velocidade: Érico Junior e Ananias.

Ricardinho bateu forte de fora da área aos 26, mas Magrão conseguiu defender com tranquilidade, no meio da barra. Recuado, o Sport forçava até mesmo o centroavante Neto Baiano a voltar para a defesa. Ele cortou três bolas até os 30 minutos do primeiro tempo, sendo fundamental também no setor defensivo. Aos 35, novamente Ricardinho chutou forte da entrada da área, mas Magrão dessa vez fez uma difícil defesa, a bola ainda sobrou para o ataque do Ceará, mas acabou saindo para escanteio.

Depois Érico Junior levou falta na intermediária e João Marcos levou o amarelo. O meio-campista Ailton chutou de três dedos, de fora da área e enganou parte da torcida que viu a bola balançar a rede pelo lado de fora, aos 40 ainda do primeiro tempo. Aos 43, Érico Junior fez boa jogada e cruzou da linha de fundo, mas Ailton finalizou sem precisão, a bola ainda sobrou para o Sport e Ananias também perdeu a oportunidade.

No segundo tempo, o Sport recuou ainda mais, o Ceará teve mais domínio de bola e algumas grandes chances de marcar. O volante Rodrigo Mancha perdeu a bola no meio de campo, mas Durval salvou quando Magno Alves cruzava dentro da área e Rogerinho chutou para fora depois do rebote, no primeiro lance de perigo dos cearenses. Aos 16, o time da casa devolveu em contra-ataque. O lateral-esquerdo Renê levou a bola e passou para Neto Baiano que conduziu até próximo à grande área e bateu cruzado, mas a bola saiu à esquerda.

O Ceará chegou a fazer uma verdadeira blitz ofensiva. E perdeu duas bolas, primeiro em boa defesa de Magrão e depois em chute que saiu à esquerda do goleiro. Mas quem acabou ampliando foi o Sport, depois que o volante cearense João Marcos tomou o segundo amarelo e foi expulso. Patric fez boa jogada na direita e cruzou, Danilo ganhou na corrida e de carrinho mandou para as redes do adversário: 2 a 0. Antes do fim do jogo, torcedores tanto do Ceará quanto do Sport se envolveram em confusões nas arquibancadas.

Na saída, o centroavante Neto Baiano garantiu que não tem nada ganho para o Sport. Ele, no entanto, comemorou sua atuação de raça e bom aproveitamento: “Estamos trabalhando para isso, sempre faço meu trabalho para ser artilheiro e espero continuar marcando”.

 

Fonte: Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra Brisa Comunicação e Arte - Especial para o Terra
Publicidade
Publicidade