PUBLICIDADE
Logo do

Ceará

Favoritar Time

Ceará tem mistério para o comando de ataque frente ao The Strongest

Marquinhos Santos comentou sobre posto onde Cléber e Matheus Peixoto são os candidatos

27 jun 2022 - 12h09
Ver comentários
Publicidade

Na entrevista coletiva depois do empate em 1 a 1 contra o Atlético-GO, o técnico Marquinhos Santos afirmou que conseguiu fazer um diagnóstico o qual traz maior segurança para fazer modificações que julgue necessárias para a evolução da equipe.

Treinador também comentou diagnóstico feito do Vozão (Tarla Wolski/Ceará SC)
Treinador também comentou diagnóstico feito do Vozão (Tarla Wolski/Ceará SC)
Foto: Lance!

Isso porque, para ele, os quatro primeiros jogos sob seu comando serviram justamente em caráter de análise dos mais diversos pontos a serem corrigidos:

- Agora diagnostiquei, observei e vou colocar o dedo. Agora vou entrar com aquilo que eu acredito, (diante do) que eu vi nesses quatro jogos, como análise. Agora coloco o dedo para a equipe evoluir e crescer.

Já pensando na Sul-Americana onde o time começa a disputa das oitavas de final diante do The Strongest, na Bolívia, existe uma dúvida sobre qual será o centroavante da equipe: Cléber ou Matheus Peixoto.

Apesar da titularidade recente de Cléber, a sequência de jogos próximos pode fazer com que Matheus ganhe a oportunidade apesar de, segundo Marquinhos Santos, o jogador que foi acionado nos últimos quatro compromissos vindo do banco de reservas ainda não está em seu condicionamento ideal.

- Peixoto é um jogador que eu conheço bem, que nós trouxemos, quando eu estava no Juventude, do Red Bull. A gente sabe da condição técnica dele. Mas, precisa estar fisicamente na ponta dos cascos. Ele passou uma situação complicada vindo da Ucrânia, não só ele. Acabei de trabalhar com um jogador que estava lá, recentemente no América, que nós trouxemos. Eu entendo que estava em uma situação muito semelhante. Eu percebi que ele voltou fora de ritmo ainda, fora de forma. Ele tem trabalhado muito, se dedicado muito e veio uma lesão depois que ele se apresentou e teve de ficar um tempo em tratamento - analisou o técnico do Vozão.

Lance!
Publicidade
Publicidade