PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Favoritar Time

Tite vê equilíbrio em grupos da Copa e evita comparar América do Sul e Europa

1 abr 2022 17h16
ver comentários
Publicidade

Nesta sexta-feira, foi realizado o sorteio da Copa do Mundo de 2022 em Doha, no Catar. Durante o evento, o técnico Tite, da Seleção Brasileira, afirmou que todos os grupos ficaram equilibrados e também evitou comparar o futebol sul-americano com o europeu.

"Não há [grupos] nem da morte, nem da vida (risos). Todos têm sempre um grau de dificuldade, de embate e competitividade", disse o comandante da equipe nacional em entrevista ao SporTV.

"Não tem facilidade. O que chamou mais a atenção foi a Alemanha, como uma forte seleção, cair junto com a Espanha, duas campeãs do mundo. E esse grupo que podemos cruzar na fase seguinte: Gana, Portugal, Uruguai e Coreia do Sul são times que se nivelam", completou o auxiliar técnico Cléber Xavier.

Tite também falou que, neste momento, não tem condição de comparar as seleções sul-americanas e europeias: "A partir de agora, sim, vou aprofundar e acompanhar. O que posso afirmar é que você ter oito, nove meses até a Copa do Mundo é um tempo muito grande. Chegar em um grande momento é fundamental. Quem disser que os sul-americanos estão fortes e que os europeus podem não estar vão se surpreender com o Equador, hein? Não dá para falar, porque eu não tenho parâmetro, ainda, para essa avaliação".

"Esse é o nosso trabalho agora: por vezes invisível, surdo, do contato direto com os atletas. Da importância que ele [jogador] tem para estar em seu melhor momento. A gente não vai interferir na condição do atleta em seu clube, mas colocar a importância desse acompanhamento é fundamental", acrescentou o treinador.

Por fim, Cléber Xavier ainda analisou o fato de a Copa ser realizada entre novembro e dezembro, no meio da temporada europeia, e projetou uma competição de alto nível no Catar.

"A gente acredita que essa condição física que os atletas chegam à Copa, com a qualidade técnica deles, é altíssima. Vão chegar em um nível altíssimo. A gente torce para que o jogo seja controlado pela arbitragem, um jogo que corra, jogado. Essa condição física também vai ajudar nesse sentido. Bons gramados, grandes atletas em boas condições físicas e o jogo correndo. A gente acredita em um grande Mundial", concluiu.

A estreia do Brasil na Copa do Mundo de 2022 está marcada para 24 de novembro, contra a Sérvia. Já a segunda partida, diante da Suíça, ocorrerá no dia 28. Por fim, para fechar a fase de grupos, a Seleção enfrenta Camarões, em 2 de dezembro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade