PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Meu time

Tite pede calma com Seleção e vê expectativa exagerada sobre Neymar: "Muito bem marcado"

10 out 2021 22h35
| atualizado às 23h20
ver comentários
Publicidade

O atacante Neymar oscilou durante o confronto com a Colômbia, travado na noite deste domingo, pelas Eliminatórias Sul-Americanas. Após a partida disputada no Estádio Metropolitano de Barranquilla, o técnico Tite procurou defender o pupilo e pediu calma com a Seleção.

Um dos protagonistas da partida na etapa inicial, Neymar deixou Lucas Paquetá e Fred em condições de marcar, mas ambos desperdiçaram as oportunidades. No segundo tempo, porém, o atacante cometeu seguidos erros e passou a se estranhar com Yerry Mina.

"Tivemos uma participação coletiva importante, em um jogo importante. O Neymar foi bem. Como líder da equipe, bem. Talvez, as expectativas em cima dele sejam de que faça a toda hora excepcionalidades e a toda hora faça diferença", ponderou o treinador.

"Um jogador é excepcional porque faz jogadas excepcionais excepcionalmente também e não corriqueiramente. Então, tem, sim, um jogador diferenciado. Sabemos essa condição. Foi muito bem marcado. Por vezes, com marcação dobrada", acrescentou, sobre Neymar.

Colocados por Tite nos lugares dos apagados Gabriel e Gabriel Jesus, os jovens Raphinha e Antony mudaram o jogo no segundo tempo e quase conseguiram marcar o gol da vitória. De acordo com o técnico, a Seleção está em "uma fase, construindo uma classificação e uma equipe".

"Talvez, essa finalização do Antony caracterize bem uma ideia, um modelo", disse Tite, citando a última chance do jogo. "Nunca jogaram Raphinha, Antony, Neymar e Paquetá. Então, um pouquinho de calma para ter essa sintonia fina do meio para a frente. É desse processo que estamos em busca", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade