PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Meu time

Pia Sundhage fala sobre acusação contra presidente da CBF: "É muito sério"

10 jun 2021 17h41
| atualizado às 17h41
ver comentários
Publicidade

A técnica da Seleção Brasileira feminina, Pia Sundhage, comentou o acusação de assédio sexual e moral de Rogério Caboclo por parte de uma funcionária da CBF. O presidente da entidade foi afastado por 30 dias pela Comissão de Ética da Confederação Brasileira de Futebol.

Em preparação para o amistoso contra a Rússia, na Espanha, Pia Sundhage falou sobre o caso nesta quinta-feira, em coletiva de imprensa: "É muito sério. Eu adoraria poder explicar isso em sueco, já que inglês não é a minha língua materna, e nesse caso as palavras são muito importantes. É uma situação séria na qual fomos colocadas. Claro que falamos disso. Você olha e pode ter sua opinião pessoal"

"Conversamos com as atletas, informamos as atletas o que estava acontecendo, todas tiveram oportunidade de dar opinião e falar sobre. E cada uma de nós tem que ter responsabilidade sobre as suas respostas", completou.

Pia comentou, também, sobre o futuro da equipe treinada por ela: "No fim do dia, temos que dar um passo adiante. Estamos nos aproximando das Olimpíadas. Sim, fomos um pouco arrebatadas por toda essa situação, e acho que é importante voltarmos o foco para o campo".

A Seleção Brasileira enfrenta a Rússia, na sexta-feira, às 16h00 (de Brasília), em amistoso preparatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio. A partida ocorrerá em Cartagena, na Espanha.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade