0

Morre manifestante que caiu de viaduto nos arredores do Mineirão

27 jun 2013
00h42
atualizado às 02h19
  • separator
  • 0
  • comentários

Morreu, na noite desta quarta-feira, Douglas Henrique de Oliveira Souza, que caiu do Viaduto José Alencar durante as manifestações contra a Copa das Confederações, em Belo Horizonte (MG). Ele estava em estado gravíssimo, após ter sofrido um traumatismo craniano, além de fraturas nas pernas e braços. A família já foi avisada sobre a morte do jovem, 21 anos.

<p>Douglas Henrique de Oliveira Souza ficou em estado gravíssimo após tentar saltar de uma parte do viaduto para outro</p>
Douglas Henrique de Oliveira Souza ficou em estado gravíssimo após tentar saltar de uma parte do viaduto para outro
Foto: Ney Rubens / Especial para Terra

Os protestos nos arredores do Mineirão começaram pacíficos, mas por volta das 16h (de Brasília) se tornaram violentos. Durante a confusão, Douglas tentou saltar de uma parte do viaduto para o outro e acabou caindo em um vão. Rogério Caetano, 40 anos, tio do acidentado, foi quem identificou a vítima no Hospital João XXIII.

Em nota, o governador Antonio Anastasia lamentou a morte do jovem, e transmitiu sua "solidariedade aos familiares e amigos neste momento de extrema dor".

A Polícia Civil informou que, até às 19h desta quarta-feira, 24 pessoas tinham sido detidas por conta dos vandalismos, mas apenas um ficou preso. Já a lista de feridos é maior e conta com pelo menos seis pessoas.

Veja o estado dos feridos internados no Hospital João XXIII até o início da madrugada desta 5ª:

Daniel Oliveira, 28 anos, também caiu do viaduto, mas ficou apenas com ferimentos no rosto e não corre risco de morte.

Tiago Antunes, 23 anos, levou tiro de bala de borracha no olho esquerdo e corre risco de perder a visão. Vai passar por processo cirúrgico.

Michael Amorim, 28 anos, foi outro que sofreu com um tiro de bala de borracha no olho esquerdo. Ele ainda está em avaliação.

Alícia Mourão, 22 anos, sofreu leves ferimentos na perna causados por estilhaços de uma bomba.

Alisson Rodrigues Almeida, 19 anos, chutou uma bomba que explodiu na Praça Sete, o que causou graves ferimentos no seu pé.

Romara Eleonora, 18 anos, está com ferimentos pelo corpo e diz ter sido agredida por policiais militares.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade