PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Brasileira

Meu time

Hulk fala sobre sensação de voltar à Seleção e nega abatimento por não estar na Data Fifa de outubro

11 out 2021 23h53
| atualizado às 23h53
ver comentários
Publicidade

Mesmo aos 35 anos e com uma Copa do Mundo no currículo, Hulk destacou nesta segunda-feira que se emocionou ao ganhar mais uma chance na Seleção Brasileira. Na última Data Fifa, em setembro, o atacante, que não era chamado desde 2016, pintou como uma das principais novidades da lista do técnico Tite.

"Foi como se eu tivesse sido chamado pela primeira vez. Principalmente para mim que, nos últimos quatro anos, estava na China, em um futebol que tem pouca visibilidade, muito desvalorizado. Poder voltar a jogar no Brasil, conseguir jogar em alto nível e ser convocado, com 35 anos, depois de seis ou cinco anos, foi muito gratificante. Agradeço muito a Deus, agradeci ao Cuca e ao Cuquinha, com quem estava conversando quando recebi a notícia. Disse que eles faziam parte disso. Para mim foi muito gratificante", disse ao SporTV.

Dos dois jogos que o Brasil disputou na ocasião, considerando que o duelo contra a Argentina foi suspenso, o jogador do Atlético-MG participou de apenas um. Ele entrou aos 40 minutos do segundo tempo da vitória de 2 a 0 sobre o Peru, em Pernambuco.

Na convocação para a Data Fifa de outubro, no entanto, Hulk não apareceu entre os selecionados. Mesmo assim, o artilheiro do Campeonato Brasileiro, com 10 gols, destacou o seu respeito pelo Tite e as suas escolhas.

"Quanto a questão de não ser chamado novamente, de ficar triste ou abatido, jamais. Eu respeito muito, sou muito compreensivo, respeito muito a decisão do professor Tite, que tem suas opções. São jogadores de muita qualidade que tem no futebol brasileiro. Não é fácil escolher apenas 23 jogadores. Às vezes ele vai nos que ele tem chamado mais. A gente respeita, fica na torcida, como patriota. Como brasileiro, ficarei sempre na torcida. Estou focado no Atlético-MG e se tiver a oportunidade novamente irei para dar o meu melhor pela Seleção Brasileira também", finalizou.

Agora, Hulk fica na expectativa de voltar a ganhar espaço na Seleção em novembro, quando o Brasil enfrenta Colômbia e Argentina pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade