PUBLICIDADE

Bragantino vence Grêmio e se garante no G4 do Brasileirão

Time paulista bate equipe gaúcha por 1 a 0, assegura permanência na quarta posição da competição e afunda o seu adversário na vice-lanterna

31 jul 2021 22h58
| atualizado às 23h44
ver comentários
Publicidade

O Bragantino segue dando passos largos para se manter entre os melhores do Brasileirão. A equipe de Bragança Paulista venceu o Grêmio, na noite deste sábado, por 1 a 0, sob seus domínios, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, e se estabeleceu no G4 do Campeonato Brasileiro. O gol do jogo foi marcado pelo meia Praxedes.

Praxedes comemora após marcar o gol da vitória do Bragantino
Praxedes comemora após marcar o gol da vitória do Bragantino
Foto: Diogo Reis/Agif/Gazeta Press

A vitória sob seus domínios levou o Bragantino aos 27 pontos em 14 jogos disputados e confirmou a equipe comandada na noite deste sábado por Maldonado - Mauricio Barbieri estava suspenso para o jogo da 14ª rodada - na quarta posição da Série A. A diferença para o quinto colocado, Athletico-PR, é de quatro pontos, porém a equipe paranaense tem dois jogos a menos do que o rival paulista.

O revés no interior de São Paulo dá sequência ao calvário do Grêmio no Brasileirão. A equipe de Luiz Felipe Scolari permanece na vice-lanterna da competição, com apenas sete pontos somados em 12 jogos realizados. Para sair da zona de rebaixamento, o time terá que tirar a vantagem de cinco pontos para o São Paulo, dono de 12 pontos e primeiro time hoje fora do Z4 da competição.

Primeiro tempo

A primeira grande chance de gol do jogo saiu aos 12 minutos e por muito pouco o Grêmio não abriu o placar. Após erro na saída de bola do goleiro Cleiton com contribuição do zagueiro Léo Ortiz, a bola ficou nos pés de Ricardinho, mas o atacante chutou por cima da meta vazia do Bragantino.

Sem grandes chances de gol, o Red Bull pouco criou e teve duas chances em um intervalo de dois minutos. Aos 26, Artur teve seu chute dentro da área travado e Ytalo que chutou por cima da meta gremista aos 28.

Aos 31, o Grêmio chegou novamente e deu trabalho para o goleiro Cleiton. Após jogada pela esquerda, a bola chegou em Lucas Silva na intermediária e o volante soltou uma bomba para excelente defesa do goleiro da equipe da casa.

Segundo tempo:

Mais movimentado, o segundo tempo teve muitas chances melhores e os times se soltaram em busca de balançar as redes adversárias. O primeiro lance de perigo saiu logo aos dez minutos e por pouco os visitantes não balançaram as redes. Em boa jogada pela esquerda, Jean Pyerre recebeu de Alisson e chutou colocado e por capricho a bola não entra na gaveta do Bragantino.

Sem criar muito, os anfitriões chegaram ao primeiro gol aos 16 minutos e com uma pintura. Praxedes recebeu na intermediária e soltou uma bomba para estufar as redes do Grêmio.

Aos 24 minutos, o Grêmio chegou novamente. Após lançamento pela direita, Léo Pereira cruzou para Ricardinho, mas o atacante não conseguiu empurrar a bola para o gol do Bragantino.

Buscando o ataque para tentar fechar o jogo, o time paulista chegou com perigo novamente aos 33 minutos com o lateral Aderlan. O defensor dos donos da casa aproveitou erro de Vanderson e soltou uma bomba na ponta da área, mas Gabriel Chapecó salvou o Grêmio.

Se aproveitando dos espaços dos gremistas, o Bragantino por pouco não fez o segundo já nos acréscimos. Aos 48 minutos, Cuello chamou Ruan para dançar e chutou com capricho, mas Chapecó tirou com a ponta dos dedos e fez uma defesa espetacular.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 1 X 0 GRÊMIO

Local: estádio Nabi Abi Chedid, Bragança Paulista (SP).

Data e hora: 31/07/2021 - 21h (de Brasília).

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).

Assistentes: Ricardo Junio de Souza (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG).

VAR: Luciano Roggenbaum (PR).

Cartões amarelos: Jadsom Silva (BRA); Pedro Geromel, Bruno Cortez, Luiz Fernando (GRE).

GOL: Praxedes (16'/2°T) (1-0).

RED BULL BRAGANTINO 

Cleiton; Aderlan, Léo Ortiz, Fabrício Bruno e Edimar (Natan, aos 49/2ºT); Raul, Praxedes (Jadsom Silva, aos 38/2ºT) e Eric Ramires (Lucas Evangelista, aos 21/2ºT); Cuello, Ytalo (Alerrandro, aos 38/2ºT) e Artur (Helinho, aos 49/2ºT). Técnico: Maldonado.

GRÊMIO 

Gabriel Chapecó; Vanderson, Pedro Geromel, Ruan e Bruno Cortez (Guilherme Guedes, aos 29/2ºT); Darlan (Victor Bobsin, aos 42/2ºT), Lucas Silva e Jean Pyerre; Léo Pereira (Léo Chú, aos 42/2ºT), Alisson (Pinares, aos 30/2ºT) e Ricardinho (Luiz Fernando, aos 29/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Lance!
Publicidade
Publicidade