PUBLICIDADE
Logo do

Bragantino

Meu time

Destaque do Bragantino, Artur fala sobre bom momento e nega mágoa do Palmeiras: "Tenho gratidão"

24 jul 2021 08h16
ver comentários
Publicidade

O ponta Artur, do Bragantino, vem sendo um dos grandes destaques do futebol brasileiro em 2021. Dono do lado direito da equipe de Bragança Paulista, o jogador de 23 anos concedeu entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva e falou, entre outras coisas, sobre seu bom momento, seu baixo desempenho em 2020 e seu atual sentimento pelo Palmeiras, clube que teve poucas chances no profissional.

Artur chegou jovem ao Verdão e era visto como um dos grandes talentos das categorias de base do clube. No entanto, o jogador pouco atuou no time de cima e passou por empréstimos para Grêmio Novorizontino, Londrina e Bahia. "Os empréstimos foram fundamentais na minha carreira, para amadurecimento, sequência de jogos… Para sentir o que era ser jogador com torcida, pressão, foi fundamental para mim. Cresci pessoalmente e profissionalmente."

Questionado se sente algum tipo de mágoa pelo atual campeão da Libertadores, Artur negou. "Em relação ao Palmeiras, eu tenho gratidão. Não posso sentir mágoa por nada, tenho gratidão por tudo. Me receberam muito jovem ali, com 12, 13 anos. Sempre tive uma relação muito boa com eles, então é só gratidão e um carinho enorme", disse o jogador.

O Bragantino vem fazendo uma temporada muito consistente. A equipe, comandada por Maurício Barbieri, está invicta no Brasileirão e avançou recentemente para as quarta de final da Copa Sul-Americana. "Tanto no Brasileiro, no qual estamos invictos ainda, como na Sul-Americana, nosso desempenho é consistente. Estamos fazendo um campeonato muito regular, ainda não perdemos, é fruto de um bom trabalho. O trabalho do Barbieri é diferenciado, é um treinador muito focado, estudado… É um ótimo técnico, só temos que crescer junto com ele e manter essa sequência de triunfos pela frente", comentou Artur.

Artur vive um grande momento no Massa Bruta, resultado de sua evolução em relação a temporada passada. Na atual edição do Brasileirão, o atleta de 23 anos possui três gols e cinco assistências em 12 jogos. No Brasileiro de 2020, Artur teve um gol e cinco assistências em 33 partidas. "Infelizmente ano passado não tive um desempenho bom, estava em uma fase muito ruim e já comecei o Brasileiro pensando que poderia fazer um campeonato muito melhor, como já fiz no Londrina e no Bahia."

Artur soma oito participações em gol pelo Bragantino nesse Brasileirão. (Foto: Divulgação/Bragantino)
Artur soma oito participações em gol pelo Bragantino nesse Brasileirão. (Foto: Divulgação/Bragantino)
Foto: Gazeta Esportiva

"A gente sabe como o jogador tem fases, infelizmente fui muito abaixo ano passado, reconheço isso. Esse ano está sendo diferente e espero manter esses bons números até o final do ano para gente conquistar coisas grandes", completou.

O início avassalador do Bragantino no Brasileiro abriu o debate sobre uma possível disputa da equipe de Bragança pelo título. Artur diz não ligar para comentários que colocam a equipe do interior paulista como "azarona" no meio de elencos mais poderosos, como Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG. "A gente não deixa coisas de fora nos afetar. Temos que focar no nosso trabalho e levar em conta aquilo que o Barbieri fala: 'Não podemos por limite em sonho'. Temos que sonhar mesmo, é jogo a jogo, conquistar nossos pontos e no final ver o que acontece."

O jogador comentou sobre sua parceria com o atacante Ytalo, que também vem fazendo ótimo Campeonato Brasileiro. Juntos, a dupla soma nove gols e oito assistências até o momento no torneio nacional. "A gente sabe do poder ofensivo, da inteligência de movimentação do Ytalo. Isso me ajuda, ajuda vários do elenco na hora de fazer gol. Ele é muito focado no que quer, inteligente. E é fácil, qualquer pessoa que entrar ali se entende com ele. Estou muito feliz com esse desempenho. Espero fazer mais gols e assistências com ele."

Por fim, Artur revelou o desejo de atuar na Europa, nos grandes palcos do futebol mundial. O atacante acredita que essa mudança o ajudaria, inclusive, a ser convocado pela Seleção Brasileira. "É meu sonho desde criança (atuar na Europa) e acho que de todo atleta. Seria muito bom ter essa oportunidade de atuar lá, é o centro do futebol mundial. Quem sabe eu possa ter essa oportunidade e acho que, jogando bem lá, fazendo gols, você acaba sendo mais visto, é algo que pode ser interligado pensando em Seleção Brasileira", concluiu.

O Bragantino está na 4ª colocação do Brasileirão, com 24 pontos. O próximo compromisso da equipe será contra o Fortaleza, domingo, na Arena Castelão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade