PUBLICIDADE
Logo do

Botafogo

Meu time

Sem cair nas graças da torcida, Marcinho deixa o Botafogo e clube alivia folha salarial

Indicado por Marcelo Chamusca, atacante não foi relacionado para nenhum jogo com Enderson Moreira e foi emprestado até o fim da Série B do Brasileirão

5 ago 2021 07h02
ver comentários
Publicidade

Marcinho não é mais jogador do Botafogo. O atacante foi anunciado como reforço do Vitória até o fim da Série B do Brasileirão na noite de quarta-feira. O jogador, que tem contrato com o Alvinegro até dezembro de 2022, terminará o Brasileiro por outra equipe.

Marcinho não fez gols pelo Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Marcinho não fez gols pelo Botafogo (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

O camisa 39 sequer foi relacionado para nenhuma partida do Brasileirão desde que Enderson Moreira chegou. Fora do banco e uma das últimas opções no setor, o clube viu o empréstimo do atacante com bons olhos para dar tempo de jogo ao atleta e aliviar um pouco a folha salarial.

A passagem de Marcinho pelo Glorioso nunca foi um mar de rosas. Contratado no começo da temporada com o aval de Marcelo Chamusca, o atacante nunca conseguiu engatar uma sequência de boas atuações com a camisa alvinegra.

Marcinho chegou com a confiança de Chamusca após trabalhar com com o ex-treinador do Botafogo no Cuiabá na última temporada. Nos primeiros jogos chegou a atuar como meia pela falta de opções no elenco no setor. Ele deixa o clube com duas assistências e nenhum gol após 16 partidas.

O atacante também nunca caiu nas graças da torcida. Vale lembrar que a esposa dele relatou, por meio de uma rede social, que sofreu ameaças de morte após o jogador ter sido expulso em uma partida do Campeonato Carioca, ainda em maio.

Após as chegadas de Chay e outros reforços que chegaram após o fim dos Estaduais, Marcinho perdeu espaço. O camisa 39 tem apenas duas aparições na Série B do Brasileirão e ficou até fora do banco em boa parte dos jogos na competição nacional.

Com este contexto, o empréstimo ao Vitória parece, no momento, a melhor decisão tanto para Botafogo quanto para Marcinho.

Lance!
Publicidade
Publicidade