PUBLICIDADE
Logo do

Botafogo

Favoritar Time

Jefferson parabeniza Joel Carli por marca no Botafogo: 'Muito bom ter jogado ao seu lado, craque'

Ex-goleiro celebrou o recorde alcançado por 'El Capitán', que tem 181 partidas pelo Alvinegro e se tornou o estrangeiro que mais atuou com a estrela solitária no peito

19 mai 2022 12h40
| atualizado às 12h40
ver comentários
Publicidade

Desde que chegou ao Botafogo, Joel Carli conquistou o coração do torcedor com muita raça em campo. O defensor alcançou a marca de 181 jogos pelo clube, sendo o estrangeiro que mais atuou com a estrela solitária no peito. O ex-goleiro Jefferson, ídolo do Glorioso, parabenizou o companheiro, com quem jogou de 2016 a 2018.

Jefferson e Joel Carli atuaram juntos pelo Botafogo de 2016 a 2018 (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Jefferson e Joel Carli atuaram juntos pelo Botafogo de 2016 a 2018 (Foto: Vitor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

- Uma honra ter sido o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do Botafogo e ter jogador com o El Capitan (Joel Carli). Parabéns pela marca alcançada de 181 jogos pelo Botafogo. Muito bom ter jogado ao seu lado craque. Parabéns, mano, você representa muito para a história do Botafogo, desejo muito sucesso - disse Jefferson em seu perfil no Instagram.

No duelo contra o Ceilândia, pela Copa do Brasil, o argentino ultrapassou Rodolfo Fischer ('El Lobo') e se isolou como o estrangeiro que mais atuou pelo Botafogo. Carli chegou ao clube no começo de 2016 vindo do Quilmes, da Argentina. Sem muitos holofotes, ele aos poucos conquistou espaço dentro e fora de campo.

Na decisão do Campeonato Carioca 2017, marcou um gol contra o Vasco aos 49 minutos do segundo tempo e levou a decisão para os pênaltis. Na disputa, Gatito Fernández brilhou, e o Botafogo ergueu a taça.

Em 2020, Carli deixou o clube carioca por corte de gastos, mas retornou no ano seguinte. O argentino foi importante na campanha vitoriosa da Série B de 2021 e segue no elenco sendo chamado de 'El Capitán' pelos botafoguenses.

Na lista de jogadores com mais partidas pelo Alvinegro, o arqueiro (459 jogos) só está atrás de Nilton Santos e Garrincha. Em novembro de 2018, ele se despediu dos gramados no triunfo da equipe carioca diante do Paraná, no Rio de Janeiro.

As grandes atuações fizeram com que o goleiro fosse convocado para a Seleção Brasileira e ter disputado grandes competições como Copa do Mundo, Copa das Confederações, Superclássico das Américas e Copa América.

Lance!
Publicidade
Publicidade