2 eventos ao vivo
Logo do Botafogo
Foto: terra

Botafogo

Em vantagem, Botafogo decide vaga nas quartas com o Nacional-URU

9 ago 2017
20h03
atualizado em 10/8/2017 às 10h42
  • separator
  • comentários

O Botafogo recebe o Nacional, do Uruguai, nesta quinta-feira, às 19h15(de Brasília), Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ), em choque válido pela rodada de volta das oitavas de final da Copa Libertadores. O Glorioso venceu na ida por 1 a 0 e joga pelo empate para conseguir passar de fase. Já os uruguaios precisam devolver o 1 a 0 e forçar a disputa de pênaltis, ou ganhar por qualquer outro marcador, já que os tentos anotados como visitante vale para critério de desempate.

Jair Ventura, comandante do Botafogo, pediu a seus jogadores que mantenham o nível de concentração em alta, já que o time sofreu alguns gols bobos nos últimos jogos, como nas derrotas de 4 a 3 para o São Paulo e de 2 a 1 para o Palmeiras.

"O Botafogo vai precisar manter o nível de concentração no topo, pois é um jogo eliminatório e uma intervenção equivocada pode colocar a perder o trabalho de meses", disse Jair.

Os jogadores botafoguenses querem que o time repita o nível de grandes atuações em casa, como nas vitórias sobre Colo-Colo, Olimpia, Estudiantes e Atlético Nacional.

"Vencemos grandes adversários até aqui e isso faz com que a gente fique cascudo. É importante mantermos essa pegada", disse o lateral-esquerdo Víctor Luís.

Um dos segredos, na visão dos botafoguenses, é minimizar a vantagem conseguida no Uruguai.

"Nós sabemos que temos uma pequena vantagem, mas que vai ser desfeita se levarmos um gol. Por isso mesmo não podemos encarar a partida com a possibilidade do empate, pois isso seria um erro. O Botafogo precisa ir a campo com o pensamento de que a vitória é o único resultado interessante e que tem de lutar muito para conquistá-la. Temos nossas características e vamos procurar respeitá-la ao máximo", disse o meia João Paulo.

Em termos de escalação, Jair vai repetir a escalação do confronto de ida, mas ganhou algumas opções importantes no banco de reservas, como o meia chileno Leonardo Valencia e o atacante Brenner, inscritos para esta fase.

Pelo lado do Nacional, o técnico Martín Lasarte quer ver sua equipe dominando as ações desde os primeiros minutos.

"O Nacional tem um time que gosta de jogar com a bola e precisamos conseguir isso diante do Botafogo se quisermos a classificação. Temos que nos impor e pressionar o adversário desde os primeiros minutos. Trabalhar a posse da bola, saber valorizá-la. Controlar as ações. Acredito que vamos conseguir nos classificar se colocarmos isso em prática nesta quinta-feira", disse o treinador.

O Nacional tem uma indefinição para esta partida em sua escalação. Com dores musculares na coxa direita, o lateral-direito Jorge Fucile é dúvida. Se for vetado, o volante Álvaro González jogará improvisado no setor, abrindo uma oportunidade para Felipe Carballo no meio. Destaque do time e ausente na ida por conta de lesão na coxa direita, o atacante Rodrigo Aguirre reaparece na vaga de Hugo Silveira.

O Nacional não vem jogando com frequência na temporada, porque o Campeonato Uruguaio não começou. No último amistoso, na semana passada, triunfo por 3 a 2 sobre o Banfield, da Argentina.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-BRA X NACIONAL-URU

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 10 de agosto de 2017 (Quinta-feira)

Horário: 19h15(de Brasília)

Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia)

Assistentes: Wilmar Navarro (Colômbia) e John Leon (Colômbia)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Emerson Santos, Joel Carli, Igor Rabello e Víctor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão e Roger

Técnico: Jair Ventura

NACIONAL-URU: Estebán Conde, Jorge Fucile (Felipe Carballo), Agustín Rogel, Diego Polenta e Luis Espino; Diego Arismendi, Álvaro González e Sebastián Rodríguez; Tabaré Viudez, Sebastián Fernández e Rodrigo Aguirre

Técnico: Martín Lasarte

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade