PUBLICIDADE
Logo do

Botafogo

Favoritar Time

Botafogo mostra otimismo por chegadas de Marçal e Zahavi e renovações de contratos no elenco

Novos vínculos com Kanu, Matheus Nascimento e Erison estão pertos de serem acertados, garante executivo de futebol do Glorioso em entrevista

14 mai 2022 17h54
| atualizado às 19h24
ver comentários
Publicidade

No que depender do otimismo de André Mazzuco, o torcedor do Botafogo pode se mostrar otimista pelas chegadas, na janela do meio do ano, do lateral-esquerdo Marçal, do Wolverhampton (Inglaterra), e o atacante Zahavi, do PSV (Holanda). Em entrevista ao podcast 'GE Botafogo', o diretor executivo de futebol diz que ambos os atletas têm interesse em defender o Glorioso, mas 'há etapas a serem superadas.'

Eran Zahavi comemora gol com a camisa do PSV: israelense é o sonho botafoguense (Foto: Divulgação/PSV)
Eran Zahavi comemora gol com a camisa do PSV: israelense é o sonho botafoguense (Foto: Divulgação/PSV)
Foto: Lance!

- Marçal e Zahavi são abordagens que já são conhecidas, são atletas que estamos sim conversando já há algum tempo. São jogadores que têm uma questão mercadológica importante, o Marçal vem da Premier League, o Zahavi finalizou a temporada fazendo gol a torto e a direito. Tem uma abordagem bacana, as conversas são desenvolvidas. Esperamos que se concluam positivamente, são jogadores no nosso radar - explicou Mazzuco.

- Não é simples, a contratação demora um pouquinho porque são várias etapas a serem superadas. Estamos caminhando e esperamos concluir. E, em outras posições, trazer atletas pontuais para atender ao Luís (Castro, técnico) para finalizarmos a temporada.

Apesar do otimismo, o executivo aponta que a torcida precisa entender os processos.

- Se eu te falo que está próximo, pode não acontecer. É difícil dar um termômetro. São jogadores que queremos sim, há o interesse da parte deles, mas existem etapas a superar e queremos desenvolver isso para que dê certo.

O dirigente alvinegro explicou o processo de montagem do elenco nas duas janelas - na primeira, o Botafogo contratou nada menos do que 12 jogadores.

- Em fevereiro, faltando sete semanas para o fechamento da janela, nosso primeiro objetivo era aumentar o nível da equipe. Nossa expectativa é ter uma temporada sem sustos para ter esse tempo de construção. Mudamos o perfil da equipe, fizemos uma equipe competitiva e mais próxima ao que esperaríamos na Série A. Para a segunda janela é sermos pontuais, ter alguns atletas que venham para engrandecer a questão técnica da equipe.

E pautado no aumento de nível do plantel, Mazzuco também mostrou otimismo com as renovações de contrato dos jogadores do Glorioso. O caso mais prioritário é o do zagueiro Kanu, cujo vínculo se encerra no final do ano.

- O Kanu é o capitão da equipe com contrato até dezembro, é um desafio enorme porque em julho pode assinar com qualquer clube da maneira como quiser, é um menino de mercado. É um desafio, mas estamos chegando num consenso e o Kanu tem grande participação nisso.

Paralelamente, o Botafogo trata também da questão contratual de outros jogadores que vêm se destacando, como o centroavante Erison - que veio do XV de Piracicaba, comprado por um grupo de empresários - e a joia Matheus Nascimento, cujo vínculo termina em junho do ano que vem.

- Tudo entra na avaliação do elenco. Temos atletas com contrato mais curtos, outros com contratos mais complicados de mexer. É um desafio nosso. Tem sido com o Matheus Nascimento antes da minha chegada, o Erison tem uma questão de ajuste contratual a ser feita… São desafios rotineiros. Temos a intenção de ter uma gestão melhor dos contratos. Matheus, Erison, são abordagens que já tem ocorrido, com certeza.

Lance!
Publicidade
Publicidade