PUBLICIDADE
Logo do

Botafogo

Meu time

Botafogo dá resposta positiva após derrota, volta aos trilhos e continua caminho para o acesso no Brasileirão

Com gols de Rafael Navarro e Luís Oyama, Botafogo supera resultado negativo contra o CSA rapidamente e, na estreia de Rafael, já mostra sinais que embalo pode voltar

27 set 2021 05h03
| atualizado às 05h03
ver comentários
Publicidade

Um dos objetivos do Botafogo para a semana era que a derrota do CSA não entrasse na cabeça dos jogadores e isto foi cumprido. O revés na última semana ficou em Alagoas e não acompanhou a equipe no Estádio Nilton Santos neste domingo, na vitória por 2 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, pela 26ª rodada da Série B do Brasileirão.

Time do Botafogo comemora (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Time do Botafogo comemora (Foto: Vítor Silva/Botafogo)
Foto: Lance!

A equipe comandada por Enderson Moreira voltou aos trilhos, teve uma sólida atuação e, sem sofrer sustos, conquistou uma importante vitória. Agora, o Botafogo é o vice-líder do Campeonato Brasileiro.

A postura foi de um time que deixou um resultado negativo não afetar o ambiente. Diante do retorno da torcida, o Botafogo iniciou a partida de forma lenta - assim como o Sampaio Corrêa. A estratégia adotada por Enderson foi entregar a posse ao adversário, já que a equipe comandada por Felipe Surian possui dificuldades de criar tramas com a bola no pé.

O Botafogo começou a atacar justamente nos espaços cedidos pelo Sampaio, mas a questão é que os próprios jogadores não souberam aproveitar. Chay e Diego Gonçalves, por exemplo, tiveram oportunidades promissoras no terço final, mas desperdiçaram por "caprichar demais", seja por um toque a mais na bola ou um passe na hora errada.

Todo esse nervosismo foi para o ralo quando, já no fim do primeiro tempo, Rafael Navarro abriu o placar e, minutos depois, o Sampaio Corrêa teve um jogador expulso. A partir disto, a etapa complementar ficou à caráter para o Botafogo, dono da partida e que poderia ter saído com um placar ainda maior.

A questão é que, mesmo com poucos dias de descanso e preparação, o Botafogo que apareceu no Nilton Santos foi um Botafogo mais perto da equipe que emendou dez vitórias em 12 jogos com Enderson, e não a equipe que perdeu para o CSA em Maceió.

O time deu uma importante - e necessária - resposta dentro de campo. Mais importante, em um período curto de tempo. O time dá sinais de que está forte na briga pelo acesso à próxima Série A.

Lance!
Publicidade
Publicidade