0

Autuori miniminiza reação de Honda ao ser substituído

4 jul 2020
13h20
atualizado às 13h20
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Botafogo garantiu a classificação para a semifinal da Taça Rio ao empatar com a Portuguesa na última quarta-feira. Durante a partida o japonês Honda foi substituído e saiu com cara de poucos amigos em direção ao banco de reservas. O técnico Paulo Autuori minimizou a atitude de japonês.

"Nenhum jogador gosta de sair, mas no futuro quando passam a ser treinadores entender melhor e tomam essas atitudes. Uma coisa é pensar apenas em você, outra é quando tem grupo de trabalho e responsabilidade com todos tentar criar o mínimo de justiça com tomadas de decisões. Nosso objetivo nesse momento é estar bem atentos, preocupados e ter olhar cuidadoso com o esforço de cada um para que possam render. É uma situação normal", disse à ESPN Brasil.

O comandante alvinegro destacou que seu foco é de preservar os jogadores. Autuori ressaltou que o Botafogo está em uma sequência de jogos em poucos dias e com um período de treinos reduzido.

"Nosso objetivo é equalizar esse tempo. Nenhum jogador gosta de sair, mas isso para mim não quer dizer absolutamente nada. Vou tentar preservar os jogadores sempre, temos outro jogo domingo. São jogos seguidos com pouco tempo de treino. É muito complicado, temos que cuidar", declarou.

O Botafogo terá o clássico contra o Fluminense para definir um lugar na final da Taça Rio.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade