PUBLICIDADE
Logo do Botafogo

Botafogo

Favoritar Time

Artur Jorge pede reforços ao Botafogo e minimiza confronto contra o Palmeiras

Na visão do técnico português, os jogadores alvinegros precisam entrar em campo com uma mentalidade única na Libertadores

13 jun 2024 - 16h00
(atualizado às 16h12)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Vitor Silva/Botafogo - Legenda: Artur Jorge comandando um treino no Espaço Lonier / Jogada10

O Botafogo está na liderança isolada do Brasileirão e classificado para as oitavas de final da Libertadores e da Copa do Brasil. No entanto, Artur Jorge, técnico do time, deseja reforços na próxima janela de transferências. Na visão do português, há necessidade de duas ou três contratações.

"Espero (reforços), honestamente sim. Nosso elenco é bom, mas há posições em que precisamos melhorar a competitividade interna. O Textor sabe, eu já disse quais são. O que eu quero é acrescentar valor. Temos um elenco que está em primeiro e mostrado valor em desempenho. Vamos procurar duas ou três posições para que o Botafogo fique mais forte ainda", disse Artur Jorge no programa "Seleção SporTV".

Adversário na Libertadores

Botafogo e Palmeiras foram sorteados como adversários nas oitavas de final da Libertadores. Entretanto, Artur Jorge não teme as dificuldades do confronto. Na opinião do português, os jogadores alvinegros precisam ter uma mentalidade única nas competições que disputar.

"Exatamente igual, como se fosse um outro qualquer. Não posso estar num competição de oitavas da Libertadores escolhendo adversários. Não vai ser fácil para nós e não vai ser fácil para o Palmeiras. Queremos fazer com que esse Botafogo tenha uma mentalidade única. Competiremos para saber se seremos mais fortes ou não", afirmou Artur Jorge.

Início no Botafogo

Aliás, Artur Jorge está no Glorioso desde abril e já vem mostrando resultado. Afinal, sob comando do técnico, os jogadores alvinegros contam com dez vitórias, três empates e apenas duas derrotas. O português explicou como se adaptou rapidamente ao clube.

"Me ajustei às características do elenco. A minha ideia de jogo era usar o melhor dos atletas. No entanto, depois que perdemos Matheus Nascimento e Tiquinho, tivemos que mudar mais uma vez. Para mim é indiferente se Botafogo joga num 4-4-2 ou 4-2-3-1. O importante é como se desdobra e a atitude comportamental que os atletas têm que desempenhar", analisou Artur Jorge.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade