PUBLICIDADE

Tiago Splitter comanda o Brasil em primeira edição de torneio sub-23 no Canadá

Auxiliar da seleção principal foi escolhido para dirigir o time que vai enfrentar os donos da casa, Estados Unidos e Itália

24 mai 2022 18h26
ver comentários
Publicidade

Auxiliar de Gustavo de Conti na seleção brasileira e membro da comissão técnica do Brooklyn Nets, da NBA, Tiago Splitter terá sua primeira experiência como treinador principal. Ele foi escolhido pela Confederação Brasileira de Basquete para comandar o Brasil na primeira edição do Globl Jam, torneio sub-23 masculino, em Toronto, entre os dias 5 e 10 de julho, ao lado de Canadá, Estados Unidos e Itália.

"É muito importante para essa garotada sub-23 ganhar essa experiência, essa oportunidade de enfrentar garotos que também estão em desenvolvimento como jogadores, na categoria adulta. Será um bom torneio para medirmos nossa força contra Estados Unidos, Canadá e Itália, grandes adversários", afirmou Tiago Splitter, em entrevista ao site oficial da CBB. "Para mim também é super importante comandar esse time, garotada nova, e conseguir um bom resultado. Seria excepcional para o basquete brasileiro."

Na primeira fase, os quatro países vão se enfrentar para definição dos cruzamentos das semifinais. O Brasil estreia contra o Canadá, no dia 5 de julho. Depois enfrenta a Itália, no dia 6, e fecha a primeira fase no dia 7, diante dos Estados Unidos.

Diretor de basquete masculino, Diego Jeleilate comentou sobre a participação do Brasil no Globl Jam. "É uma grande oportunidade de desenvolvimento para jovens atletas que têm passagem pela Seleção Brasileira, alguns deles já na Seleção adulta, mas que agora, na categoria sub-23, terão a responsabilidade ainda maior, de conduzir o Brasil em jogos do mais alto nível. E para o nosso planejamento, pensando no protagonismo deles ainda maior para o ciclo 2028/2032, todo o intercâmbio é fundamental, ainda mais diante de países como EUA, Canadá e Itália", afirmou;

Diretor executivo da CBB, Marcelo Sousa falou do retorno da credibilidade internacional do basquete brasileiro para a participação do país no Globl Jam diante de rivais da primeira prateleira do basquete mundial. "Para nós é uma satisfação gigante ter o Brasil convidado para um evento de tamanha grandeza. Desde já, nosso agradecimento à Canada Basketball. O Globl Jam é um evento muito grande, planejamento pelas áreas de esporte e educação canadenses, e o convite ao Brasil é mais um exemplo de como o basquete brasileiro recuperou sua credibilidade dentro e fora das quadras. Esperamos fazer um grande torneio."

Técnico da seleção brasileira adulta, Gustavo De Conti explicou a formação da comissão técnica para a competição, que além de Splitter, terá Fernandinho, do Flamengo, como assistente, e Vita Haddad como preparador físico. Ele falou sobre o intercâmbio e preparação de atletas pensando também em Los Angeles 2028.

"O Globl Jam será um torneio de altíssimo nível, e uma grande oportunidade para podermos observar nossos jovens, alguns já com passagem na Seleção principal e outros ainda em busca de espaço. Será um grande teste. E ter o Tiago Splitter, nosso auxiliar na Seleção principal, como head coach nesse torneio, será uma experiência muito positiva para os jogadores e também para ele, que já traz a bagagem da NBA como assistente e irá agregar demais a todos nesse nosso projeto de médio, longo prazo", afirmou Gustavinho.

Estadão
Publicidade
Publicidade