0

Petrovic elogia grupo após primeiro treino da seleção masculina de basquete

'Estou contente, todos querem jogar em um nível alto, estão com muita vontade, e espero coisas boas dessa nova seleção', diz o treinador

17 fev 2020
15h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A seleção brasileira masculina de basquete fez o primeiro treino em São José dos Pinhais, no Paraná, nesta segunda-feira. A equipe do técnico Aleksandar Petrovic se prepara para dois jogos contra o Uruguai pelas Eliminatórias da AmeriCup. O primeiro jogo será nesta sexta, no ginásio Max Rosenmann, e o segundo dia 24, em Montevidéu.

O técnico croata aproveitou o primeiro trabalho para passar aos jogadores situações de jogo e o que deseja para os dois jogos. Petrovic optou por trazer um grupo mais jovem para enfrentar o Uruguai, com alguns atletas que ainda não haviam sido convocados por ele.

Aleksandar Petrovic, técnico da seleção masculina de basquete.
Aleksandar Petrovic, técnico da seleção masculina de basquete.
Foto: Fiba/Divulgação / Estadão

"O primeiro treino é sempre muito importante, onde damos muitas informações para os jogadores. A forma de jogar no ataque, na defesa. E penso que muitas informações já foram passadas", afirmou Petrovic. "Tudo que mostramos, temos de levar para os próximos treinos. Estou contente, todos querem jogar em um nível alto, estão com muita vontade, e espero coisas boas dessa nova seleção", completou.

Destaque do São Paulo no NBB, o armador Georginho de Paula está entre os jogadores com futuro na seleção que foram convocados para defender o Brasil nesta primeira janela das Eliminatórias. "O grupo é muito bom. Vamos entrosar cada vez mais com os treinos e tenho certeza que faremos dois bons jogos contra o Uruguai", afirmou.

Para Rafa Luz, um dos mais experientes do grupo de Petrovic, o Brasil terá um enorme desafio pela frente. "O Uruguai vem com o melhor time que eles podem ter. Jogadores com experiência na Europa, com experiência na Euroliga, o Batista, Fittipaldo, o Barrera, armadores de qualidade com o Parodi. Um time com muita experiência e que jogará o melhor basquete que o Uruguai pode ter hoje", afirmou.

"Temos de ter vontade. É um grupo jovem, que vai querer demonstrar para o Brasil que a nova geração tem capacidade para manter um bom nível internacional. Vamos fazer o nosso melhor para o pessoal se sentir orgulhoso dessa evolução do Brasil nos últimos anos", completou o armador do Ucam Murcia, da Espanha, que será o capitão da seleção ao lado de Jhonatan, do Flamengo, nesta janela.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade