0

NBA

Warriors vencem Rockets e vão rever os Cavs na final da NBA

Reuters
29 mai 2018
00h55
atualizado às 08h57
  • separator
  • comentários

Golden State Warriors e Cleveland Cavaliers decidirão o título da NBA pela quarta vez consecutiva. Na noite dessa segunda-feira, o time liderado por Kevin Durant venceu o Houston Rockets fora de casa por 101 a 92, fechou a série final da Conferência Oeste em 4 a 3 e confirmou a classificação para rever a equipe de LeBron James.

O jogo começou pegado. Klay Thompson, por exemplo, cometeu três faltas em menos de quatro minutos de jogo e expôs as dificuldades dos visitantes contra a franquia de melhor campanha da temporada regular. Os dois times também abusavam dos erros, com apenas 35,7% de aproveitamento dos arremessos até a metade do primeiro quarto.

Aos poucos, os donos da casa, ainda sem o contundido Chris Paul, aproveitaram para construir uma vantagem no marcador, que mostrava 24 a 19 ao término da primeira parcial. No sexto jogo da série, disputado no último sábado, a contagem foi de 39 a 22 para o Houston, evidenciando que a partida ainda tinha pouca fluência ofensiva.

Stephen Curry vai ao chão em disputa de bola com PJ Tucke
Stephen Curry vai ao chão em disputa de bola com PJ Tucke
Foto: Reuters

Já no início do segundo quarto, porém, o domínio foi total do Houston Rockets, que alavancou a diferença no placar para 13 pontos a sete minutos para o término da parcial. Os mandantes ditavam o ritmo da partida, encerrando o primeiro tempo com 54 a 43 de frente.

Na volta do intervalo, o Golden State Warriors voltou a comprovar a sua força no terceiro quarto. Caindo muito de rendimento, os Rockets passaram a concentrar os seus esforços em reclamar da arbitragem e viram o adversário ganhar a parcial por 33 a 15.

Pressionado, o Houston Rockets não conseguiu reagir no último quarto, que perdeu por 25 a 23, para tristeza da sua torcida. Do outro lado, Kevin Durant e os seus companheiros fizeram bastante festa em quadra.

Sem precisar enfrentar o lesionado Chris Paul, Durant terminou a partida como cestinha, com 34 pontos, dois a mais do que o oponente James Harden. Daymond Green computou 13 assistências, contra 12 de PJ Tucker.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade