4 eventos ao vivo
NBA

Campeão da NBA não vai visitar Trump, diz LeBron James

Em 2017, jogadores do Golden State Warriors já se recusaram a cumprir o protocolo

6 jun 2018
11h32
atualizado às 12h20
  • separator
  • comentários

LeBron James garantiu que o próximo time campeão da NBA não vai visitar o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na Casa Branca. Se as palavras do atleta se confirmarem, será a segunda vez seguida que a tradição não vai se cumprir, uma vez que os jogadores do Golden State Warriors se recusaram a cumprir o protocolo em 2017.

Jogador afirmou que o vencedor da série final não irá aceitar o convite do presidente
Jogador afirmou que o vencedor da série final não irá aceitar o convite do presidente
Foto: Greg M. Cooper-USA TODAY Sports / Reuters

"O que eu sei é que quem vencer essa série não vai aceitar o convite dele", disse James durante a preparação do Cleveland Cavaliers para o Jogo 3 das finais da NBA, que vai acontecer nesta quarta-feira, às 22 horas (de Brasília). A equipe do atleta perdeu para o Golden State Warriors as duas primeiras partidas do confronto melhor de sete e agora se prepara para disputar em casa os dois próximos jogos.

"Espero poder estar nessa situação e vencer mais duas partidas para conquistar o campeonato", ponderou Curry nesta terça-feira. "Mas acho que concordo com LeBron. Quase certeza que a forma com que lidamos com a situação no ano passado vai se manter", disse o jogador, um dos líderes do boicote à visita de Trump em 2017.

Obama recebeu visita de campeões

Na segunda-feira, Trump cancelou o evento em que receberia a visita do Philadelphia Eagles, atual campeão da NFL, a maior liga de futebol americano do país. A franquia havia tentado agendar com o presidente um encontro com menos jogadores e membros da comissão técnica, uma vez que os astros Malcom Jenkins, Chris Long e Torrey Smith já haviam anunciado que não iriam participar da cerimônia.

Eleito presidente dos Estados Unidos em novembro de 2016, Trump assumiu o cargo em 2017 e nunca recebeu a visita de um time campeão da NBA. Por outro lado, quando conquistaram o título, Curry, em 2015, e James, em 2012, 2013 e 2016, foram ao encontro com Barack Obama, que presidiu o país entre 20 de janeiro de 2009 e 20 de janeiro de 2017.

Veja também

 

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade