PUBLICIDADE

Brasil atropela Croácia e garante liderança no Pré-Olímpico

Dominante do início ao fim, seleção brasileira fez uma exibição de gala em Split

30 jun 2021 17h20
| atualizado às 17h26
ver comentários
Publicidade

Em jogo disputado na tarde desta quarta-feira (30), em Split, na Croácia, o Brasil atropelou os donos da casa por 94 a 67 e conquistou sua segunda vitória no Pré-Olímpico de basquete masculino. Com o triunfo, a seleção brasileira garantiu a liderança da chave e confirmou vaga na semifinal do torneio.

Bruno Caboclo e Rafael Hettsheimeir - Brasil x Croácia
Bruno Caboclo e Rafael Hettsheimeir - Brasil x Croácia
Foto: Divulgação / FIBA / Jumper Brasil

Destaque para o coletivo do Brasil, que fez um jogo inteligente e dominou as ações durante os quarenta minutos de partida. Individualmente, Rafael Hettsheimeir brilhou no ataque, contribuindo com 20 pontos. Além do pivô, Bruno Caboclo (17 pontos e oito rebotes), Léo Meindl (14 pontos), Anderson Varejão (11 pontos) e Rafa Luz (10 pontos) também destacaram-se ofensivamente. Marcelinho Huertas organizou a equipe com oito assistências.

Defensivamente, o Brasil foi ainda melhor nessa quarta-feira, sobretudo pela participação essencial de Alex Garcia. Coletivamente, a seleção brasileira intensificou a marcação (também individual) sobre Bojan Bogdanovic e impediu uma boa partida da estrela croata. Já Mário Hezonja, outro grande nome da Croácia, não teve facilidade para jogar no pick and roll e ficou preso na rotação defensiva do time brasileiro.

QUE VITÓRIA!

Pra dar moral, pra mostrar o nosso tamanho !

Mas tem muita água pra passar debaixo dessa ponte e foi apenas uma vitória! 94 a 67 sobre a Croácia pelo Pré-Olímpico de Split e primeiro lugar garantido 👊🏻 pic.twitter.com/CKNyAqev8T

— Basquete Brasil - CBB (@basquetebrasil) June 30, 2021

A vitória do Brasil sobre a Tunísia tornou o embate contra a Croácia um "jogo de testes". Diante disso, o técnico Aleksandar Petrovic foi para o jogo desta quarta-feira (30) com um quinteto titular reformulado, formado por: Rafa Luz, Georginho, Léo Meindl, Bruno Caboclo e Rafael Hettsheimeir. Surpreendentemente, a seleção brasileira começou a difícil batalha diante dos croatas em alta intensidade, com um ritmo ainda maior que o apresentado no triunfo de ontem. No ataque, a coletividade prevaleceu e rotação de bola foi novamente peça-chave, mas a individualidade dos atletas também teve participação fundamental. Todavia, o Brasil cometeu erros defensivos, sobretudo na marcação do perímetro, o que não permitiu uma maior vantagem do time brasileiro. Ao fim do primeiro período: Brasil 25 a 20 Croácia.

Para o segundo quarto, Petrovic voltou a rodar a equipe e promoveu mais mudanças no quinteto titular. As movimentações, contudo, não fizeram o Brasil cair de produção. Apesar de bons momentos no ataque, infelizmente ofuscados pelo alto número de erros ao longo dos dez minutos, a seleção brasileira evoluiu e destacou-se defensivamente no período, em especial devido a Alex Garcia, que apresentou seu cartão de visitas aos croatas. Jogando de forma muito inteligente e madura, os comandados de Aleksandar Petrovic ampliaram a vantagem e foram ao intervalo vencendo por 11 pontos: Brasil 45 a 34 Croácia, ao fim do segundo período.

Na volta do intervalo, o Brasil, desta vez mais confortável diante de uma ótima vantagem, manteve um bom ritmo no início do terceiro quarto. Destaque ofensivo no primeiro tempo, o pivô Rafael Hettsheimeir seguiu liderando as ações brasileiras no ataque. Na sequência, a Croácia aumentou o foco, cresceu e viveu seu melhor momento no jogo em meados do período. Entretanto, a boa fase dos donos da casa durou pouco e o time brasileiro voltou a dominar a partida, especialmente com uma eficaz reorganização defensiva. Retornando ao quinteto titular, Bruno Caboclo foi essencial, nos dois lados da quadra, em mais uma retomada tupiniquim. Novamente em alta, o Brasil aumentou sua produtividade e venceu a parcial por 26 a 21, fechando o terceiro período com 16 pontos de vantagem: Brasil 71 a 55 Croácia.

No início do último quarto, o Brasil aproveitou-se ainda mais das deficiências croatas e encontrou espaços para aumentar o atropelo diante dos anfitriões. No desespero para tentar cortar a diferença, a Croácia forçou inúmeras bolas do perímetro, eventualmente mal sucedidas devido a forte defesa brasileira. Além do aproveitamento ruim, o time de Veljko Mrsic cometeu faltas de ataques que afundaram ainda mais as chances da seleção croata. Com a vitória garantida, Petrovic rodou a equipe nos momentos finais do período e deu oportunidade a peças que pouco atuaram. Com aplausos do torcedor local, presentes em Split, casa da Croácia, o Brasil novamente venceu a parcial, desta vez por 23 a 12, e confirmou o triunfo pelo placar de 94 a 67.

Com a vitória sobre a Croácia, o Brasil finaliza a primeira etapa do pré-olímpico na liderança de sua chave. O próximo desafio da seleção brasileira será no sábado (03), às 15h (horário de Brasília). O adversário dos comandados de Aleksandar Petrovic na semifinal ainda não foi definido. México, já classificado na outra chave, aguarda o embate entre Rússia e Alemanha para confirmar o cruzamento da fase final da competição. A grande final será no dia 4 de julho e apenas o campeão consegue uma vaga em Tóquio.

Resultados do Pré-Olímpico - 30/06/2021

Split (Croácia): México 72 x 64 Rússia / Brasil 94 x 67 Croácia

Belgrado (Sérvia): Sérvia 83 x 76 Filipinas

Kaunas (Lituânia): Angola 68 x 118 Eslovênia / Venezuela 94 x 80 Coreia do Sul

Victoria (Canadá): Canadá x China (20h05) / Turquia x República Tcheca (23h35)

Jumper Brasil
Publicidade
Publicidade