4 eventos ao vivo

Após mais de um ano longe das quadras, Isaiah Thomas volta e comanda vitória dos EUA

Armador usa do time nacional para recuperar motivação e para eventualmente voltar à NBA

20 fev 2021
14h25
atualizado às 14h41
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Isaiah Thomas está de volta às quadras de basquete. O armador que já foi cogitado a MVP da NBA anotou 19 pontos na vitória da seleção dos Estados Unidos sobre Bahamas. Ele estava há nada menos que 381 dias afastado do esporte competitivo após seguidas lesões que o atrapalharam neste esporte na liga mais importante do mundo.

Nesta sexta-feira, os EUA derrotaram Bahamas por 93 a 77, em partida válida pelas classificatórias da Copa América da Federação Internacional de Basquete (Fiba, da sigla em inglês). Destes seus 19 pontos, Thomas contou com um início de atuação quente, tendo convertido três chutes rápidos de três pontos, mostrando todo seu entusiasmo ao voltar à modalidade.

"Foi minha primeira vez jogando em pouco menos de um ano, então eu estava um pouco enferrujado", avaliou o armador de apenas 1,75m de altura. "Mas eu me senti incrível por estar lá em quadra competindo com realmente grandes jogadores e também representando meu país."

Aos 32 anos, Isaiah Thomas já foi eleito duas vezes para o All-Star Game da NBA. Na temporada 2016/2017, a qual foi a sua melhor na liga, teve médias de 28,9 pontos pelo Boston Celtics. Ele teve seguidas contusões na última temporada, que o limitaram a poucas aparições em quadra. Ele decidiu por defender apenas a seleção dos Estados Unidos com o objetivo de ganhar vitrine e um dia voltar a jogar no melhor basquete do mundo. Seu último time foi o Washington Wizards, no torneio passado.

Assim como vários jogadores da NBA, Thomas também teve dificuldades em se ajustar ao jogo da Fiba. Afinal, há diversas mudanças entre uma entidade e outra. Tempo de jogo, regras, número de faltas, tamanho da bola e distância da linha de três pontos são só algumas das discrepâncias. Mas, o saldo positivo e o jogador avaliou como positiva sua experiência.

"O mundo todo sabe que eu faço o que for preciso", disse. "É apenas sobre mostrar que eu estou saudável. Minhas habilidades não foram para lugar nenhum, é tudo sobre uma questão de estar 100% saudável, o que eu estou neste exato momento."

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade