0
Logo do Copa do Brasil
Foto: terra

Copa do Brasil

São Paulo decepciona de novo e perde do Bahia em casa pela Copa do Brasil

22 mai 2019
23h30
atualizado às 23h49
  • separator
  • 0
  • comentários

O São Paulo recebeu o Bahia na noite desta quarta-feira no estádio do Morumbi pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Após empatar sem gols com o rival baiano no último domingo, pelo Brasileirão, desta vez o time comandado pelo técnico Cuca saiu de campo com um resultado ainda pior: a derrota por 1 a 0, graças ao gol de Elber aos 27 minutos do segundo tempo.

Com o revés, o Tricolor terá de reverter a situação na próxima quarta-feira, na Arena Fonte Nova, em Salvador, para avançar às quartas de final da Copa do Brasil. Os comandados de Cuca precisam vencer por 2 a 0 para passar de fase.

Agora, o São Paulo volta o foco novamente para o Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, o Tricolor terá mais uma parada duríssima pela frente: o Corinthians, em Itaquera, onde jamais venceu. Brigando pelas primeiras posições da competição, Pato, Hernanes, Antony e companhia buscarão quebrar o longo tabu para chegarem em Salvador confiantes de que podem seguir vivos na única competição que lhe restam além do torneio por pontos corridos.

O jogo - O São Paulo iniciou a partida de forma agressiva. Ciente do poderio defensivo do Bahia e da necessidade de largar em vantagem na briga por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, o time comandado por Cuca foi para cima e por pouco não abriu o placar logo aos dois minutos de jogo, quando Luan aproveitou o rebote após cruzamento rasteiro de Pato e bateu de primeira, da entrada da área, forçando boa defesa de Douglas Friedrich.

Adotando a mesma estratégia do último domingo, quando empatou em 0 a 0 com o Tricolor no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, o Bahia se mostrou bastante compacto em campo e esperou a hora certa para atacar, mais precisamente aos 13 minutos. Depois de cruzamento na área em cobrança de falta, Douglas Augusto ficou com o rebote e bateu firme, mandando a bola próxima à trave esquerda de Tiago Volpi.

Daí em diante o São Paulo mostrou a mesma dificuldade do último duelo com o Bahia e ficou rodando a bola de um lado para o outro, sem conseguir furar o bloqueio defensivo rival. Somente aos 32 minutos os donos da casa voltaram a assustar o Bahia, desta vez com Tchê Tchê, em chute de longa distância defendido por Douglas Friedrich. Antes do apito final, Toró ainda teve a melhor chance do primeiro tempo, cabeceando cruzamento de Léo, mas o goleiro do Bahia estava realmente inspirado e interceptou o arremate à queima-roupa.

Segundo tempo

No segundo tempo o São Paulo seguiu sem conseguir entrar na defesa rival. Desta forma, coube aos donos da casa tentarem chegar ao tão sonhado gol através das bolas paradas. Aos nove minutos, por exemplo, Igor Gomes bateu escanteio fechado e só não balançou as redes porque Douglas Friedrich estava bem posicionado para espalmar e afastar o perigo.

Outra forma de o Tricolor assustar os adversários era através dos chutes de longa distância. Aos 13 minutos, Alexandre Pato por pouco não abriu o placar desta maneira. O camisa 7 recebeu passe de Igor Vinícius, ajeitou e soltou a bomba de fora da área, tirando tinta da trave esquerda.

Mas, o que os torcedores menos imaginavam aconteceu aos 27 minutos. Rogério recebeu no ataque, se livrou da marcação de Léo e deu passe açucarado para Élber, dentro da área, precisar apenas completar para o fundo das redes e colocar o Bahia em vantagem na partida.

A partir daí, Cuca deixou a equipe ainda mais ofensiva por conta da necessidade de buscar o resultado. Com a entrada de Nenê, o Tricolor teve uma leve melhora e foi graças a um passe do camisa 10 que Alexandre Pato carimbou a trave, aos 39 minutos, tocando na saída do goleiro. Mas, a sorte não estava mesmo do lado do São Paulo, que teve de se conformar com a amarga derrota em casa pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 X 1 BAHIA

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo

Data: 22 de maio de 2019, quarta-feira

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Thiago Henrique Farinha (RJ)

VAR: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Público: 19.508 torcedores

Renda: R$ 655.711,00

Gol: Élber, aos 27 do 2ºT (Bahia)

Cartões amarelos: Tchê Tchê, Igor Vinícius e Antony (São Paulo); Fernandão, Gregore, Douglas Augusto e Douglas Friedrich  (Bahia)

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Walce e Léo; Luan (Vitor Bueno), Tchê Tchê e Igor Gomes (Nenê); Toró, Pato e Everton (Antony)

Técnico: Cuca

BAHIA: Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Gregore, Douglas (Flávio) e Elton; Élber (Clayton), Fernandão (Rogério) e Artur

Técnico: Roger Machado

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade