0
Logo do Avaí
Foto: terra

Avaí

Elenco do Avaí reclama de pênalti não marcado contra o Vitória

14 mai 2017
19h40
  • separator
  • comentários

O primeiro jogo do Avaí de volta à série A do Campeonato Brasileiro foi marcado por poucas chances de gols e um lance polêmico, no qual os jogadores catarinenses ficaram reclamando de um pênalti não marcado em cima de Júnior Dutra no segundo tempo. O capitão do time de Florianópolis, Marquinhos, lamentou o erro.

"Terminamos o Campeonato Catarinense prejudicados, então o que é começar o Brasileiro prejudicados também", cravou o jogador na saída de campo após o empate sem gols frente ao Vitória na tarde deste domingo. "Temos que pensar que foi um ponto que foi um ponto que conquistamos. Várias equipes já empataram", acrescentou o capitão do Avaí.

Aos 36 da etapa complementar, René vacilou na área do Vitória e perdeu a bola para Júnior Dutra. O jogador do Avaí, então, foi derrubado e o árbitro Felipe Gomes da Silva não marcou a penalidade máxima.

"Eu ia correr para a bola, o zagueiro escorregou e me deu uma tesoura. Não tinha porque eu me jogar ali, era bola de gol. Acredito que não teve má fé, mas é um lance que mudaria o resultado", disse Dutra, também na saída do gramado.

Além do pênalti, o atacante do Leão da Ressacada acredita na recuperação de sua equipe nas próximas partidas fora de casa. "Temos como recuperar. Nosso time joga bem fora, até da Chapecoense já ganhamos. Então é levantar a cabeça", completou.

Na sequência do Brasileirão, o Avaí agora encara o São Paulo, no Morumbi, no próximo dia 22 de maio, às 20h (de Brasília). Já na rodada seguinte, a equipe volta a jogar fora, no clássico contra a Chapecoense, na Arena Condá, no dia 29, também às 20h.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade