PUBLICIDADE

Lawson e Iwasa são punidos na classificação da F2 em Mônaco. Drugovich herda pole

Liam Lawson, que havia garantido a pole da F2 em Mônaco, e Ayumu Iwasa foram punidos pela direção de prova após a classificação por marcarem seus tempos mais rápidos sob regime de bandeira amarela. Felipe Drugovich, assim, herda a pole

27 mai 2022 14h23
| atualizado às 14h29
ver comentários
Publicidade
Felipe Drugovich herda pole do GP de Mônaco após punições a rivais
Felipe Drugovich herda pole do GP de Mônaco após punições a rivais
Foto: F2 / Grande Prêmio

HAMILTON E RUSSELL PODEM PENSAR EM TÍTULO DA F1 COM MERCEDES VIVA DA SILVA? | TT GP #54

A direção de prova da Fórmula 2 decidiu punir Liam Lawson, da Carlin — que perde a pole — e Ayumu Iwasa, da DAMS, por não respeitarem as bandeiras amarelas agitadas após o acidente de Felipe Drugovich, nesta sexta-feira (27), na classificação para o GP de Mônaco. Tanto o neozelandês quanto o japonês registraram seus melhores tempos depois da batida do brasileiro, que assume a pole após ver as voltas dos rivais deletadas.

As punições, entretanto, não serão iguais para os dois pilotos. Enquanto Lawson — que havia garantido a pole — perde cinco posições no grid, Iwasa foi punido com o dobro por desrespeitar a bandeira amarela dupla e cai dez colocações em relação à posição que conquistou no treino — o terceiro lugar. Além disso, o piloto da DAMS recebe três pontos de punição na carteira, enquanto o titular da Carlin é punido com dois.

Batida de Felipe Drugovich causou bandeira amarela na classificação da F2 (Foto: F2)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Como a classificação de Mônaco dividiu os 22 pilotos do grid em dois grupos de 11, o grupo do pole passou a ser responsável pelas posições ímpares na pista. Assim, Lawson garantiu a primeira posição, com Théo Pourchaire — do Grupo 2 — na segunda colocação, Iwasa — do mesmo grupo de Liam — no terceiro lugar, e assim por diante.

Com as punições, o brasileiro Felipe Drugovich — terceiro colocado no Grupo 1, o mesmo de Lawson e Iwasa — pula diretamente para a primeira colocação, enquanto Enzo Fittipaldi segue na sexta colocação.

Atrás de Drugovich partem: Pourchaire, Jack Doohan, Jüri Vips, Lawson e Fittipaldi. A Sprint Race, com o top-10 da classificação em grid invertido, terá pole de Jake Hughes. A prova acontece neste sábado, a partir das 12h40 (em Brasília).

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade