PUBLICIDADE

Fornecedora única, Energica anuncia saída da MotoE ao fim de 2022

Fornecedora única da MotoE, a Energica anunciou saída da categoria ao fim da temporada 2022. Comunicado foi realizado em conjunto com a Dorna

19 out 2021 14h03
| atualizado às 14h09
ver comentários
Publicidade
A MotoE ganhou novidades para a próxima temporada
A MotoE ganhou novidades para a próxima temporada
Foto: SRT / Grande Prêmio

F1 2021 INVADE AMÉRICA PARA FINAL ANTECIPADA + CALENDÁRIO MAIS LONGO EM 2022 | Paddock GP  #261

A Energica Motor Company anunciou, nesta terça-feira (19), que vai deixar de ser a montadora única da Copa do Mundo de MotoE ao fim de 2022. O comunicado foi feito em conjunto com a Dorna Sports.

A montadora tem sido a fornecedora única da MotoE desde a criação do certame, em 2019. A Energica não citou os motivos para finalizar a participação na competição.

"Estamos extremamente felizes na Energica por ter dado a nossa contribuição inestimável para fazer da MotoE o sucesso que é hoje. Estamos confiantes de que nossa iniciativa e esforços geraram muito interesse por parte das grandes montadoras em seguir o caminho que começamos há uma década", disse Livia Cevolini, diretora-executiva da Energica.

"Sendo os pioneiros da mobilidade elétrica sobre duas rodas, abrimos o caminho para uma camada de motociclismo sustentável, e agora buscamos nos testar com novos desafios", completou Livia.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Jordi Torres venceu a corrida 1 da MotoE (Foto: Pons)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Nicolas Goubert, diretor-executivo da MotoE, também não explicou os motivos do fim da parceria entre o campeonato e a Energica, mas agradeceu o vínculo competitivo fornecido pela montadora.

"As primeiras três temporadas da MotoE entregaram um show incrível apesar de todos os desafios externos que foram lançados. Não foi uma tarefa fácil de realizar, e muito nova em muitos aspectos, mas fizemos e isto graças a um esforço conjunto de todas as partes envolvidas. Desde o início, a Energica trouxe o seu conhecimento para a pista de uma maneira que não poderíamos estar mais felizes, entregando um pacote que se revelou extremamente competitivo", declarou.

A temporada 2021 da MotoE foi concluída em setembro e teve o título do espanhol Jordi Torres, da equipe Pons. 19 pilotos participaram do campeonato, que teve sete corridas. Eric Granado é o único brasileiro do grid.

LARSON É FINALISTA NA NASCAR. OGIER E RAZGATLIOGLU SE APROXIMAM DE TÍTULOS | Paddock Plus

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade