PUBLICIDADE

Williams vê "decisões corajosas" como cruciais para pontos de Latifi e Russell em 2021

Segundo Jost Capito, chefe da Williams, Nicholas Latifi e George Russell conseguiram bons resultados em 2021 graças às "decisões corajosas" da equipe

10 jan 2022 11h05
ver comentários
Publicidade
A Williams viveu em 2021 o nascer de uma perspectiva mais otimista e de bons tempos na F1
A Williams viveu em 2021 o nascer de uma perspectiva mais otimista e de bons tempos na F1
Foto: Williams / Grande Prêmio

O QUE QUEREMOS VER NA PRÓXIMA TEMPORADA DE 'DRIVE DO SURVIVE'?

Os pontos conquistados por George Russell e Nicholas Latifi em 2021 foram de extrema importância para Williams que, com os lampejos de seus pilotos, conseguiu terminar o campeonato de Construtores na oitava posição — desde 2018, a equipe de Grove, com um péssimo desempenho, não passava do último lugar. E para Jost Capito, chefe do time, os resultados aconteceram graças às "decisões corajosas" que os britânicos tomaram ao longo da temporada.

"Quando começamos a chegar à 11ª posição, e vendo que poderíamos competir com alguns carros no meio do pelotão, é claro que nos deu um impulso também", disse Capito, em entrevista ao site britânico Autosport.

"Você se move e melhora se estiver na posição de poder lutar e competir com outros carros. E isso também é o que descobrimos com os pilotos [Russell e Latifi]. Eles têm uma motivação completamente diferente se estiverem apenas correndo no fundo do grid ou se puderem estar competindo", acrescentou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Nicholas Latifi marcou seus primeiros pontos na F1 em 2021 (Foto: Williams)

O dono do carro #63, que subirá para a Mercedes nesta temporada, marcou pontos em cinco corridas: Hungria, Bélgica — onde ele também alcançou um pódio e, consequentemente, o fim de um jejum de quatro anos da Williams, que havia conquistado seu último pódio em 2017 —, Itália e Rússia. Ele também chegou perto da zona de pontuação em outras oportunidades, como França, Áustria e Silverstone.

Já Latifi esteve junto com agora seu ex-companheiro de equipe na zona de pontuação do GP da Hungria e na Bélgica, além de ter ficado próximo de garantir outros pontos na Itália e Arábia Saudita. É por isso que Capito enfatiza que algumas decisões ousadas da Williams fizeram seus pilotos alcançarem bons resultados.

"Acho que a equipe tomou algumas decisões muito corajosas em Budapeste quanto à escolha dos pneus, além de manter essa posição", explicou. "Então, eu acredito que [conquistamos esses resultados] com mérito, porque se você está em posição de somar os pontos e não pode vencê-los, então você não fez o seu trabalho", seguiu.

"Mas como estávamos em posição de levar os pontos e terminar na zona de pontuação com os dois carros, começamos a dizer 'Certo, podemos fazer mais?'. E foi muito bom", concluiu.

SAINZ BRILHANTE E ALONSO ACIMA DO ESPERADO: OS ESPANHÓIS NA F1 EM 2021

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade