PUBLICIDADE

Villeneuve vê "boa final" da F1 2021 e diz: "Hamilton precisa voltar e ser agressivo"

Jacques Villeneuve, ex-piloto e campeão da Fórmula 1 em 1997, vê a final em Abu Dhabi como algo "bom para o esporte" e reitera que Lewis Hamilton precisa seguir na F1 para lutar pelo seu oitavo título mundial

16 jan 2022 10h20
ver comentários
Publicidade
Lewis Hamilton tem contrato até 2023 com a Mercedes
Lewis Hamilton tem contrato até 2023 com a Mercedes
Foto: Lars Baron/Getty Images/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

O QUE F1 RESERVA COM REVOLUÇÃO NAS REGRAS DE 2022?

A final da Fórmula 1 2021 em Abu Dhabi ainda é assunto muito quente. Além da investigação da FIA (Federação Internacional do Automobilismo) sobre as decisões polêmicas do então diretor de provas, Michael Masi — que, por sua vez, teve seu nome retirado dos documentos oficiais da entidade —, também se fala muito sobre o futuro de Lewis Hamilton na categoria, que não aparece nas redes sociais desde o dia 11 de dezembro de 2021 e, segundo Toto Wolff, tem ainda como incerta a decisão de seguir ou não na F1.

Para Jacques Villeneuve, ex-piloto e campeão mundial de 1997, embora as discussões ainda aconteçam, de toda a forma, a etapa final no circuito de Yas Marina foi "boa para o esporte". Segundo ele, Hamilton tem agora muitos motivos para permanecer na F1 e lutar pelo título de 2022.

"É bom para o esporte de qualquer maneira, porque Lewis agora tem que voltar, tentar garantir seu oitavo título e ser agressivo para tentar vencê-lo [Max Verstappen]", disse Villeneuve. "Em última análise, foram faladas muitas coisas nos jornais. Foi um pouco controverso, mas sempre é quando estamos falando sobre a última corrida da temporada", acrescentou.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

FIA já revelou o cronograma da investigação sobre o GP de Abu Dhabi 2021 (Foto: Clive Rose/Getty Images/Red Bull Content Pool)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram

FIA anuncia passo a passo da investigação sobre GP de Abu Dhabi e já cita 'novo Masi'

Em relação à polêmica, Villeneuve fala por experiência própria. Afinal, ele conquistou seu único título num dramático GP da Europa, em Jerez de la Frontera, na Espanha. Quando tentou ultrapassar o rival Michael Schumacher pela liderança da corrida, viu o ferrarista intencionalmente bater em sua Williams e parar na caixa de brita. O alemão foi desclassificado. Já o canadense terminou a prova na terceira posição e, assim, sagrou-se campeão mundial.

Por isso, por mais controversa que tenha sido a reta final do campeonato da F1 2021, o ex-piloto espera que o heptacampeão irá retornar, ainda que não dê certezas.

"Ninguém esperava que [Nico] Rosberg não iria voltar e, de repente, ele acordou numa manhã e disse a todos que na verdade não era apaixonado por corridas. Esse não parece ser o caso de Lewis, mas quem sabe?", continuou.

"É quase impossível saber o que está acontecendo na cabeça das pessoas quando a temporada é muito longa, você acredita que sabe onde vai acabar e, quando não sai como você espera, você sente que foi tirado de você. Acho que a reação é bastante negativa. Mas você só tem que começar de novo", concluiu ele.

CAIU MICHAEL MASI. E AGORA, HAMILTON CORRE NA F1 2022?

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade