4 eventos ao vivo

Villeneuve dispara contra Williams: "Vendeu a alma para Lawrence Stroll"

28 dez 2017
12h54
  • separator
  • 0
  • comentários

A polêmica novela entre o ex-piloto Jacques Villeneuve e sua antiga equipe Williams ganhou mais um capítulo. O campeão da Fórmula 1 de 1997 criticou a postura da equipe, afirmando que a Williams vendeu a alma para o magnata Lawrence Stroll, pai de Lance.

"É muito triste o que aconteceu com a equipe pela qual fui campeão em 1997. Antes, eles viviam apenas para disputar corridas. Agora, a Williams vendeu sua alma aos milhões de Lawrence Stroll. Tudo o que eles buscam é ajudar o filho dele de qualquer forma", disse o canadense à revista alemã Auto Bild.

Para Villeneuve, a Williams nem sequer pode tirar grandes conclusões da qualidade do carro de 2017. "Mesmo o Felipe Massa, que estava quase se aposentando, foi mais rápido do que o Stroll. É por isso que a Williams não faz nem ideia se tinha um carro rápido esse ano", disparou.

Após primeira temporada na F1, Stroll acredita ter dado resposta a críticos

O canadense ainda comentou sobre a situação de outras equipes para a temporada de 2018 e apontou a Red Bull com grande potencial: "Não imaginava que o Verstappen fosse crescer tanto, amadurecer tanto a ponto de já poder ser campeão. Mas ele cresceu. A Red Bull fechou o campeonato com o melhor carro do grid, mesmo com a Renault longe do ideal. E não se esqueçam de Daniel Ricciardo. Eles têm a melhor dupla de pilotos do grid, os dois podem ser campeões.

Por fim, Villeneuve indicou também a Renault como uma equipe que tende a crescer no ano que vem com a chegada de Carlos Sainz: "Nico Hülkenberg, no geral, teve boas atuações. Em 2018, a Renault deve dar um passo adiante, agora eles têm dois pilotos. Com Sainz, podem pontuar com os dois carros direto", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade