PUBLICIDADE

Vettel defende Stroll de críticas, promete ajuda em 2021 e elogia: "É muito talentoso"

Sebastian Vettel está animado com a nova fase da carreira na Aston Martin e, dentre os muitos motivos, está fazer dupla com Lance Stroll. O alemão aposta que o canadense vai dar trabalho e espera ajudar na formação do companheiro enquanto piloto ainda mais competitivo

7 mar 2021
0comentários
Publicidade
Sebastian Vettel foi só sorrisos na apresentação da Aston Martin para a temporada 2021 da F1
Sebastian Vettel foi só sorrisos na apresentação da Aston Martin para a temporada 2021 da F1
Foto: Aston Martin F1 / Grande Prêmio

Aos 33 anos, Sebastian Vettel muda novamente de ares na carreira e, em 2021, vai formar dupla com Lance Stroll na Aston Martin. Além da empolgação para trabalhar com um novo time, o alemão também espera aproveitar o tempo com o companheiro canadense, ajudando com a experiência, mas também travando boas disputas com um piloto que, segundo Vettel, é bastante talentoso.

Stroll, que tem apenas 22 anos, já parte para o quinto ano de Fórmula 1, o que é praticamente um terço da experiência de Vettel na categoria. O canadense, no entanto, foi bem elogiado pelo novo parceiro, que pretende ter uma relação bem franca e produtiva na equipe.

"Está bem claro aqui que eu sou o cara velho e ele é jovem. E não só na certidão de nascimento, mas eu também tenho muito mais experiência que ele. Só que ele tem muito talento e velocidade bruta, acho que pode aprender bastante ainda. E estou feliz em poder ajudar. Nunca escondi nada de nenhum companheiro de equipe, não vejo motivos para começar a fazer isso agora", disse.

Sebastian Vettel está de casa nova em 2021
Sebastian Vettel está de casa nova em 2021
Foto: Aston Martin / Grande Prêmio

Seb fez questão de também defender o novo companheiro das críticas. É que Stroll vai sempre carregar com ele o fato de ser filho do dono do time, o magnata Lawrence Stroll. Mesmo assim, o tetracampeão garante: o parceiro é, sim, talentoso, e mostrou isso em 2020.

"Vejo como uma situação em que todos ganham. Pensando nas provas, nunca disputei exatamente com ele, mas acho que ele passou por muita coisa injusta até aqui. Acho que ele já provou várias vezes que é muito rápido. Ele foi pole na Turquia, possivelmente a pior condição de pista que eu vi nos meus 15 anos de F1. Era questão de sobreviver na pista e ele foi além, fez a pole. Precisa ter muito talento para isso", completou.

Apesar de nunca terem competido exatamente no mesmo pelotão, Vettel acabou 2020, a pior temporada da carreira, atrás de Stroll na classificação geral, fazendo 33 pontos, enquanto que o canadense anotou 75.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade