PUBLICIDADE

Verstappen segura Sainz, vence no Canadá e dispara na F1

Max Verstappen, da Red Bull, se defende de ataques de Carlos Sainz nas voltas finais e garante vitória no GP do Canadá. Lewis Hamilton é 3º

19 jun 2022 - 16h42
Ver comentários
Publicidade
Verstappen no GP do Canadá
Verstappen no GP do Canadá
Foto: FIA / Twitter

Max Verstappen é mais líder do que nunca no mundial de Fórmula 1. O holandês da Red Bull vence o GP do Canadá, chega a 175 pontos e abre 46 pontos de vantagem sobre Sergio Perez, que abandonou com problemas mecânicos.

A vitória, que parecia tranquila, veio com doses de emoção. Um safety car no terço final da prova juntou todos e permitiu que Carlos Sainz tentasse alguns ataques nas voltas derradeiras, mas Verstappen conseguiu se segurar venceu. O pódio foi completado por Lewis Hamilton, da Mercedes, que havia largado do 4º lugar.

Atrás dele, George Russel, também da Mercedes. Charles Leclerc, da Ferrari, foi o 5º após largar da última fila. Fernando Alonso, que largou em 2º, teve um estratégia complicada e terminou em 7º, atrás ainda de Esteban Ocon.

Confira como foi o GP do Canadá de 2021:

VOLTA 1/70 – Verstappen larga bem e não dá qualquer margem de ataque para Alonso. Alonso, por sua vez, precisou trabalhar para segurar Sainz. Magnussen tenta o ataque sobre Hamilton, mas também é bloqueado e acaba com pequeno dano na asa. O top 10 ao fim da volta 1 é: Verstappen, Alonso, Sainz, Hamilton, Magnussen, Ocon, Russell, Schumacher, Ricciardo e Zhou.

VOLTA 3 – Com DRS ativado, Sainz despacha Alonso e assume o 2º lugar. Hamilton aproveita o embalo e cola no antigo rival. Enquanto isso, Verstappen faz a volta mais rápida e abre 3 segundos de folga à frente.

VOLTA 5 – Sainz, Alonso e Hamilton andam juntos, em ritmo parecido, a menos de 1 segundo cada. Logo atrás, Russell passa Magnussen e vira 5º. Zhou passa Ricciardo par ser 9º. Gasly e Vettel são os primeiros a parar, trocando os pneus médios pelos macios.

Sainz ficou em 2º
Sainz ficou em 2º
Foto: Ferrari / Twitter

VOLTA 7 – Magnussen vai aos boxes para trocar pneus e bico, comprometendo sua luta por pontos.

VOLTA 8 – Sainz aperta o ritmo, abrindo mais de 1 segundo de Alonso e caindo para 2s7 a distância de Verstappen. Perez, em corrida de recuperação, tem quebra de motor e abandona. Seria o começo de uma tensão na Red Bull? O carro do mexicano deixa seu carro na curva 8, motivando safety car virtual.

VOLTA 9 – Aproveitando a bandeira amarela, Verstappen e Hamilton param para colocar pneus duros.

VOLTA 10 – A ordem na relargada é: Sainz, Alonso, Verstappen, Russell, Ocon, Hamilton, Schumacher, Zhou, Ricciardo, Albon.

VOLTA 12 – Hamilton ultrapassa Ocon e é 5º. Verstappen, 3º, faz a melhor volta.

VOLTA 13 – Leclerc vai abrindo caminho. O monegasco passa Norris e cola em Bottas e Albon. Forma-se um trenzinho entre os quatro valendo o 10º lugar.

VOLTA 15 – Verstappen despacha Alonso sem dificuldades na longa reta e toma o 2º lugar. Sainz está 6 segundos à frente.

VOLTA 18 – Bottas, finalmente, consegue passar Albon na chicane final. Leclerc se aproveita da tangência ruim do tailandês para tracionar melhor e também passa-lo na reta principal.

VOLTA 20 – Zhou passa Mick Schumacher e vira 7º. O alemão encosta seu Haas com problemas mecânicos, perdendo sua chance de primeiros pontos. Russell, Ocon, Zhou, Ricciardo e Norris param nos boxes. A McLaren fez um péssimo trabalho no carro de Norris.

VOLTA 21 – Sainz para e volta em 3º, logo à frente de Hamilton. Alonso segue na pista com os médios, sendo o único dos líderes ainda com pneus velhos.

Lewis Hamilton no GP do Canadá
Lewis Hamilton no GP do Canadá
Foto: Mercedes / Twitter

VOLTA 22 – Sainz despacha Alonso e volta a ser 2º. Leclerc faz bela manobra em Bottas e vira o 7º. Nenhum dos dois ainda trocou os pneus.

VOLTA 23 – Hamilton também deixa Alonso para trás e passa a ser 3º.

VOLTA 28 – O top 10 é composto por: Verstappen, Sainz, Hamilton, Alonso, Russell, Ocon, Leclerc, Bottas, Stroll e Zhou.

VOLTA 29 – Finalmente, Alonso faz sua parada e coloca pneus duros. Ele sai em 7º, entre Leclerc e Bottas. Leclerc tenta ultrapassar Ocon, mas não tem sucesso e reclama de falta de aderência. O monegasco seguia com os mesmos pneus duros com os quais havia largado.

VOLTA 36 – Verstappen liderava com 7s5 sobre Sainz, que andava 9 segundos à frente de Hamilton, também 9 segundos à frente de Russell. Leclerc seguia preso atrás de Ocon enquanto a Ferrari pensava em qual estratégia seguir para se livrar do francês.

VOLTA 39 – Latifi faz parada nos boxes, mas a Williams se atrapalha no trabalho e faz o canadense perder tempo. Não que isso mudasse algo, afinal, ele já era o último.

VOLTA 41 – Leclerc finalmente parou para colocar pneus médios. Mas a Ferrari fez um serviço lento, que custou pelo mneos três posições ao monegasco. Ele voltou em 12º, logo atrás de um bolo com Stroll, Zhou, Tsunoda e Ricciardo.

VOLTA 43 – Verstappen para pela segunda vez, colocando novo conjunto de duros. O holandês volta lado a lado com Hamilton e espera até a longa reta para fazer a ultrapassagem.

VOLTA 44 – Ao ser ultrapassado por Verstappen, Hamilton segue direto para ir aos boxes, fazendo a mesma estratégia de Max. Ele volta em 4º, 12 segundos atrás de Russell. Enquanto isso, Leclerc vai abrindo caminho, passando Ricciardo e Tsunoda.

George Russell no GP do Canadá
George Russell no GP do Canadá
Foto: Mercedes / Twitter

VOLTA 45 – Russell também entra para trocar os pneus. Ele faz o mesmo de Verstappen e Hamilton e põe duros para ir até o final.

VOLTA 46 – Hamilton faz a melhor volta. Leclerc passa Zhou e assume o 9º lugar.

VOLTA 48 – Stroll e Tsunoda entram nos boxes. Na saída do pitlane, Tsunoda bate na curva 2. Safety car acionado.

VOLTA 50 – Sainz para sob bandeira amarela, põe pneus duros e volta logo atrás de Verstappen, mas com pneus mais novos. A Alpine faz parada dupla, calçando Ocon e Alonso com pneus médios.

VOLTA 51 – Ainda atrás do safety car e com as paradas concluídas, a ordem é: Verstappen, Sainz, Hamilton, Russell, Ocon, Alonso, Leclerc, Bottas, Vettel e Zhou.

VOLTA 52 – Os retardatários são autorizados a descontar a volta.

VOLTA 55 – Relargada com posições mantidas. Verstappen consegue abrir 1 segundo ao longo da volta.

VOLTA 56 – Sainz aperta o ritmo e entra na margem de 1 segundo de Verstappen. Zhou passa Vettel para ser 9º.

VOLTA 57 – Sainz abre a asa e tenta o ataque sobre Verstappen, que se defende bem. Leclerc passa Alonso no hairpin.

VOLTA 59 – Sainz tenta novamente, mas ainda não consegue se aproximar o suficiente. Leclerc tenta passar Ocon na chicane final, mas espalha e precisa devolver a posição.

VOLTA 60 – Leclerc consegue despachar Ocon no mesmo ponto em que havia ultrapassado Alonso. Sainz seguia na zona de DRS de Verstappen, mas sem conseguir chegar perto o bastante para um ataque.

VOLTA 63 – Sainz faz a volta mais rápida e se aproxima de Verstappen novamente. A distância é de menos de meio segundo. Stroll passa Ricciardo e chega ao 10º lugar.

VOLTA 69 – Sainz segue tentando, mas, como nas voltas anteriores, perde contato no hairpin e não se aproxima nos pontos de ultrapassagens.

VOLTA 70/70 – Verstappen se mantém a frente e vence o GP do Canadá. Sainz e Hamilton completam o pódio.

Parabólica
Publicidade
Publicidade