PUBLICIDADE

Singapura converte prédio do pit-lane da F1 em instalação para pacientes com Covid-19

No pior momento desde o início da pandemia, Singapura transformou o prédio em hospital temporário especializado no coronavírus

28 out 2021 14h11
| atualizado às 14h15
ver comentários
Publicidade
Sebastian Vettel cruza o prédio do pit-lane de Marina Bay pela Ferrari
Sebastian Vettel cruza o prédio do pit-lane de Marina Bay pela Ferrari
Foto: Ferrari / Grande Prêmio

F1: VERSTAPPEN SEGURA HAMILTON NO BRAÇO, VENCE NOS EUA E DÁ PASSO PARA TÍTULO | Paddock GP #262

O prédio que serve como instalação central do pit-lane da Fórmula 1 no circuito de rua de Marina Bay, em Singapura, está servindo a outra prática nos últimos tempos na cidade-estado asiática. Sem os carros por lá, o prédio foi convertido numa instalação médica para tratar pacientes de Covid-19.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Na realidade, a conversão do local em instalação médica acabou de acontecer e ainda não houve abertura oficial. A abertura será somente em novembro, mas toda a estrutura já foi estabelecida e está pronta.

A informação foi dada pelo jornal local Strait Times, que visitou o local antes da abertura. Os leitos e divisões estão montadas e há mais de 600 camas com bastante separação entre si. As estações de triagem também estão lá. É nelas que será definido para que parte do hospital improvisado irão os pacientes com base no estágio da doença em que se encontram.

Marina Bay, em Singapura, está fora do calendário desde 2019 e volta em 2022 (Foto: Red Bull Content Pool/Getty Images)

Paddockast #127: Verstappen está pronto para ser campeão da F1?

"O prédio do pit-lane da Fórmula 1 foi identificado como um encaixe [para o que se precisa] para servir de instalação temporária, uma vez que a instalação está pronta e não será usada para a F1 neste ano", afirmou Ong Ling Lee, diretora-esportiva do Conselho de Turismo de Singapura em entrevista ao Straits Times. A diretora afirmou que o governo avaliou locais que podiam ser utilizados desta maneira.

A Fórmula 1 não foi a Singapura na temporada 2020 e, apesar de aparecer no calendário original de 2021, também acabou ficando fora por conta da pandemia da Covid-19. A ilha volta a ser sede no ano que vem.

Singapura é um dos países da Ásia com mais casos registrados de Covid-19 desde o começo da pandemia: são mais de 185.000 casos e 349 mortes. A média de casos está em mais de 3.000 registrados por dia, o que representa o pior momento desde o começo.

WILLIAMS-AUDI E McLAREN-PORSCHE: É POSSÍVEL A PARTIR DE 2025-2026 NA F1?

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade