PUBLICIDADE

Russell tem de aceitar condição de segundo piloto da Mercedes em 2022, crê Gabriel Curty

A Mercedes não vai querer George Russell incomodando Lewis Hamilton em 2022. Gabriel Curty comentou no Paddock GP #257 que a expectativa é de papel de escudeiro

21 set 2021 12h02
ver comentários
Publicidade
A Mercedes está atenta para a relação entre Hamilton e Russell em 2022
A Mercedes está atenta para a relação entre Hamilton e Russell em 2022
Foto: Lewis Hamilton/Twitter / Grande Prêmio

A Mercedes já deu a entender que não quer George Russell peitando Lewis Hamilton em 2022. Afinal, o jovem piloto será "calibrado", nas palavras do chefe Toto Wolff. Para Gabriel Curty, comentarista no Paddock GP #257, é um sinal claro: será necessário agir como escudeiro até a aposentadoria do heptacampeão.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade