PUBLICIDADE

Russell cita privilégio por correr com Hamilton e celebra união "inspiradora" na Mercedes

George Russell falou de como tem sido motivador ver o empenho de todos na Mercedes para resolver os problemas do W13 e se disse privilegiado por ter Lewis Hamilton como companheiro de equipe

26 mai 2022 10h14
ver comentários
Publicidade
George Russell celebra pódio no GP da Espanha de F1
George Russell celebra pódio no GP da Espanha de F1
Foto: Mercedes/Steve Etherington / Grande Prêmio

A estreia na Mercedes na temporada 2022 da Fórmula 1 não saiu exatamente como George Russell esperava. Com as mudanças no regulamento, a equipe foi surpreendida por uma queda acentuada em seu desempenho comparado ao último ano e vem lutando de todas as formas para voltar a vencer no Mundial. Mas o inesperado fez a base em Brackley se unir, algo que tem sido visto pelo jovem inglês como "inspirador".

Russell tem se espelhado principalmente em Lewis Hamilton, ainda que o heptacampeão rejeite o rótulo de líder das Flechas de Prata e atribua o progresso na última corrida, na Espanha, ao trabalho em conjunto com o carro #63.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

George Russell fez ótima corrida em Barcelona
George Russell fez ótima corrida em Barcelona
Foto: LAT Images/Mercedes / Grande Prêmio

"Acho que estou em uma posição privilegiada por ser companheiro de equipe de Lewis e fazer parte da Mercedes", disse o inglês. "Acredito que essa foi uma das grandes coisas que vi ao ingressar na equipe, ver como Lewis faz as coisas, como Toto [Wolff] faz as coisas, a cultura que está enraizada em todos. É algo meio implacável", avaliou.

Depois de um início conturbado, sofrendo principalmente com o porpoising nas corridas, a Mercedes levou para Barcelona um pacote de atualizações que empurraram Russell e Hamilton para as primeiras posições, ainda que o ritmo esteja abaixo de Ferrari e Red Bull. O carro #44, por exemplo, fez a segunda volta mais rápida da corrida e ainda teve a melhor média de voltas rápidas.

Para Russell, isso comprova o perfil de nunca desistir da Mercedes. "Eles estão sempre lutando por mais, nunca sendo complacentes, e ver como todos estão se unindo nesse momento para tentar resolver os problemas que estamos enfrentando é inspirador e motivador para mim. Você aprende como os melhores fazem isso e tem de se forçar continuamente em busca de mais."

Com o pódio em Barcelona, Russell anotou mais 15 pontos e é o quarto colocado com 74 pontos. Hamilton aparece em sexto, com 46. Entre os construtores, a Mercedes ocupa o terceiro lugar com 120 pontos.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.
Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade