2 eventos ao vivo

Russell brinca com retorno de Button à Williams: "Me preocupou por um segundo"

A volta de Jenson Button à Williams foi anunciada na última sexta-feira. O ex-piloto da equipe vai ser consultor sênior e a novidade assustou George Russell, que pensou ter perdido a vaga no grid para 2021

23 jan 2021
10h37
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Russell somou pontos com a Mercedes no GP de Sakhir.
Russell somou pontos com a Mercedes no GP de Sakhir.
Foto: Williams / Grande Prêmio

Jenson Button retornou à Williams, mas não para guiar o carro. O campeão mundial de 2009 foi contratado para ser consultor sênior da equipe que abriu as portas para sua passagem pela Fórmula 1 há 21 anos. A novidade faz parte das mudanças implementadas pelo time nos últimos meses.

Vendida em 2020 para o fundo norte-americano de investimentos Dorilton Capital, a Williams agora tem um novo CEO, o alemão Jost Capito, e Simon Roberts assumiu como chefe de equipe depois da saída de Claire Williams. Da lendária família, restou somente a presença do sobrenome.

Parte do papel de Jenson na Williams será de apoio aos pilotos titulares e de desenvolvimento com seus mais de 30 anos de experiência no automobilismo. Ele comparecerá aos GPs de 2021 e também participará de eventos de mídia e marketing durante a temporada.

Jenson Button está de volta à Fórmula 1. E está de regresso também à Williams após 21 anos (Foto: Divulgação)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

O britânico George Russell, que vai trabalhar com o compatriota, aproveitou o anúncio para fazer uma brincadeira nas redes sociais. O piloto que está prestes a começar a terceira temporada na F1 diz ter se assustado com o anúncio pelo risco de perder a vaga no time, mas depois acolheu o contratado.

"Me preocupou por um segundo, Jb [Jenson Button]. Bem-vindo de volta, colega, estou ansioso para trabalhar com você", afirmou Russell.

Em comunicado divulgado na última sexta-feira (22), Button, que está fora do grid da Fórmula 1 desde 2016, comentou sobre a volta para a Williams neste momento.

"Estou muito contente por, mais uma vez, poder dizer que assinei pela Williams. Quando tinha 19 anos, foi um momento que mudou minha vida e, apesar de ter sido há mais de 20 anos, sinto que nunca saí realmente. Frank Williams mostrou fé em mim, pela qual vou ser ternamente grato e estou extremamente animado por ter a chance de voltar e ajudar a equipe, que se esforça mais uma vez pelo sucesso", disse.

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade