1 evento ao vivo

Russell acusa "pessoal do Pérez" de criar rumores sobre troca na Williams

George Russell sente que o estafe de Sergio Pérez iniciou rumores sobre a troca de pilotos. O britânico acredita que o objetivo do mexicano nem é a Williams, e, sim, pressionar a Red Bull

26 out 2020
08h26
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Piloto foi tocado por Kimi Räikkönen e teve problemas na suspensão traseira esquerda
Piloto foi tocado por Kimi Räikkönen e teve problemas na suspensão traseira esquerda
Foto: Williams / Grande Prêmio

Sergio Pérez virou um possível candidato da Williams para 2021, beneficiando-se de um suposto interesse da escuderia em romper com George Russell e buscar um substituto financeiramente abastado. Só que talvez seja tudo lorota: de acordo com Russell, foi o próprio estafe de Pérez que iniciou os rumores para chacoalhar o mercado de pilotos.

A análise de Russell é que Pérez quer pressionar a Red Bull. Afinal, a equipe taurina também considera o mexicano como possível nome para 2021. O rumor da Williams deixa Sergio sob alta demanda, o que joga é uma vantagem no mercado de pilotos.

"Nada mudou", afirmou Russell, falando sobre o Russell ao site The Race. "Eu sigo dando minhas respostas na pista e, como já disse, não estou preocupado com o ano que vem. Eu sei que a Mercedes e o Toto [Wolff, chefe de equipe] estão comigo. Ele já falou comigo e tenho plena confiança. Essa especulação toda provavelmente foi alimentada pelo pessoal do Pérez. Eles querem pressionar as outras equipes, potencialmente por uma vaga na Red Bull. É assim que eu vejo. Eu tenho um contrato e nada para me preocupar. Foco no meu trabalho", seguiu.

Sergio Pérez ainda não tem vaga definida para a próxima temporada da Fórmula 1 (Foto: Racing Point

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Na Red Bull, Pérez seria o substituto do questionado Alexander Albon. A escuderia já afirmou que considera nomes de fora caso o tailandês não dê sinais de reação.

Só que o rumor ganhou ares oficiais quando, em Portugal, a Williams se esquivou de afirmar que Russell segue em 2021. Simon Roberts, chefe interino da equipe, limitou-se a dizer que há "muita especulação e muitos pilotos bons procurando por assentos". Para George, entretanto, isso não quer dizer nada.

"Eles [Williams] falaram que não fazem ideia de onde vieram esses rumores", comentou. "Eles nunca gostam de comentar questões contratuais. Os comentários do Simon na coletiva de sexta-feira foram tirados um pouco de contexto, que é o que a equipe não queria. A equipe não quis comentar porque sente que não é necessário. Como já disse, eu tenho um contrato e vou estar no grid ano que vem. Estou confiante de que estarei no grid ano que vem. Algo muito sério teria de acontecer nas próximas semanas para isso mudar", seguiu.

Nicholas Latifi também é apontado como alguém capaz de perder vaga na Williams, mas vive situação mais tranquila: o canadense é piloto pagante e ajudou a escuderia a sobreviver durante a turbulência da pandemia.

Pérez está livre no mercado após a decisão da Racing Point de contratar Sebastian Vettel para 2021. Curiosamente, o mexicano também tinha contrato para os próximos anos - até que a escuderia optou pela rescisão.

Grande Prêmio
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade