1 evento ao vivo

Ross Brawn dispara: "F1 pode sobreviver sem a Ferrari"

12 jan 2018
17h58
  • separator
  • comentários

As férias da Fórmula 1 foram marcadas por ameças vinda de Ferrari e Mercedes em abandonar a categoria, sob justificativa de insatisfações com relação aos caminhos escolhidos pela Liberty Media - conglomerado de mídia que assumiu o controle da F1 no ano passado. No entanto, Ross Brawn, diretor técnico da F1, acredita que a categoria sobreviveria caso a Ferrari decidisse deixar a disputa.

"A F1 sempre irá sobreviver. Todos vemos isso: vemos campeões mundiais que deixam o esporte e, às vezes, temos tragédias na F1. Sempre tivemos isso: 'Para onde o esporte vai?' E ele se recupera. Ele segue em frente, seja comigo nele, com o Liberty nele, com a Ferrari nele. Ele sempre seguirá em frente", declarou em entrevista à emissora Sky Sports.

No entanto, Brawn admitiu que a saída da Ferrari poderia ter um impacto ruim: "Será bom se isso acontecer? Acho que não. Acho que será melhor se encontrarmos uma solução com a Ferrari, mas isso tem de acontecer com os parâmetros corretos".

"Não podemos ter uma situação em que fazemos tudo que uma equipe quer, seja ela qual for. Não podemos gerenciar o esporte baseado no que as equipes querem", concluiu Brawn, que trabalhou como diretor técnico da Ferrari na sequência de títulos de Michael Schumacher, na última década.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade