PUBLICIDADE

Ricciardo diz que "teve que se defender a corrida toda" após boa largada na Espanha

Ótima largada foi importante, mas tornou GP da Espanha estressante para Daniel Ricciardo. Já Lando Norris disse que McLaren não podia oferece mais

9 mai 2021 14h20
ver comentários
Publicidade
Daniel Ricciardo ficou com o sexto posto na Catalunha
Daniel Ricciardo ficou com o sexto posto na Catalunha
Foto: McLaren / Grande Prêmio

Daniel Ricciardo terminou o GP da Espanha deste domingo (9) exatamente uma posição à frente da que largou, de sétimo para o sexto lugar, mas o como é que foi interessante. Após uma largada forte, deixando para trás Carlos Sainz e Esteban Ocon e com Sergio Pérez no encalço, o pulo significou que o australiano teve de se defender de carros mais rápidos durante praticamente as 66 voltas em Barcelona.

Apesar de Ocon incomodar durante algum tempo, foi Pérez, com a Red Bull quem fez pressão até passar na parte final da corrida. Além dele, Sainz, com uma Ferrari melhor que a McLaren na Espanha, também pressionou até os metros finais. Corrida de pressão, pois, mas de resposta positiva para alguém que ainda buscar entender o carro.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Foi um fim de semana melhor, mesmo com bons problemas na corrida. A largada foi positiva, passei alguns carros mais rápidos , o que significou me defender basicamente a corrida inteira. Com Checo, fiz o máximo que foi possível pelo tempo que deu, mas claro que ele e Carlos chegaram na última parte da corrida. Pessoalmente, estou mais feliz. Ainda há mais a tirar do carro e de mim mesmo", afirmou.

"Não é sempre que você se anima para vir aqui: a gente conhece tão bem a pista, o circuito, tudo é uma entidade que estamos cansados de conhecer bem, mas estou animado de ir a Mônaco após dois anos. As pessoas não entendem o privilégio que é guiar lá. Será um prazer voltar", disse Ricciardo.

Lando Norris foi o oitavo do GP da Espanha, duas posições abaixo de Ricciardo
Lando Norris foi o oitavo do GP da Espanha, duas posições abaixo de Ricciardo
Foto: McLaren / Grande Prêmio

Apesar de corrida opaca, Norris garante: "Fizemos o melhor que dava"

Lando Norris apareceu poucas vezes na corrida - a principal delas ao ultrapassar Ocon na fase final da corrida. Apesar da corrida fosca, o inglês garantiu que não tinha muito mais o que fazer com a McLaren. E aproveitou para elogiar a rival Ferrari.

"Corrida complicada, mas era esperado. Muito difícil de passar e até de se aproximar o bastante para abrir a asa móvel no último setor. Bem difícil mesmo, creio que ficou provado. A estratégia de duas paradas rendeu passar Ocon no fim, que foi a única coisa que dava para fazer. Pode não ter parecido ótimo, mas fizemos o melhor que dava", afirmou.

Siga o GRANDE PRÊMIO nas redes sociais:

"Não mostramos o potencial que tínhamos ontem da minha parte, mas Daniel mostrou. Terminou em sexto, mas sabíamos que a Ferrari estava rápida. Não sei o motivo de subestimarem tanto assim, a Ferrari tem um dos melhores carros nas curvas desde que começou a temporada. Numa pista como essa, sabíamos que seriam rápidos. Talvez desse para ficar no mesmo nível em ritmo de classificação, mas quando precisamos nos apoiar na traseira do carro, sofremos", afirmou.

A Fórmula 1 volta em duas semanas, no fim de semana do dia 23 de maio, com o retorno do GP de Mônaco após um ano de ausência.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade