PUBLICIDADE

Red Bull diz que Verstappen limitou danos e vê 2º lugar na Rússia como "uma vitória"

Christian Horner destacou que o holandês acertou na decisão de parar nos boxes para trocar os pneus, mas reconheceu que a equipe dos energéticos perdeu terreno no Mundial de Construtores

26 set 2021 13h14
| atualizado às 13h50
ver comentários
Publicidade
Max Verstappen aproveitou a chuva para garantir o segundo lugar em Sóchi
Max Verstappen aproveitou a chuva para garantir o segundo lugar em Sóchi
Foto: Red Bull / Grande Prêmio

HAMILTON, 100 VITÓRIAS NA F1! VERSTAPPEN, 2°! NORRIS, PECADO! A ANÁLISE DO GP DA RÚSSIA | Briefing

Christian Horner considerou que o segundo lugar de Max Verstappen no GP da Rússia deste domingo (26) tem sabor de vitória. Ainda assim, o chefe da Red Bull considerou que a limitação de danos aconteceu apenas no Mundial de Pilotos, já que a equipe dos energéticos perdeu pontos na briga de Construtores.

Verstappen precisou largar em 20º em Sóchi por causa de uma troca de motores, mas conseguiu terminar a prova em segundo, recebendo a bandeirada atrás somente de Lewis Hamilton. O resultado, porém, foi reflexo direto da chuva que passou a cair nas voltas finais.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Max Verstappen perdeu poucos pontos para Lewis Hamilton em Sóchi (Foto: Red Bull Content Pool)

WEB STORY

Max tinha se recuperado apenas até o sétimo posto, mas acertou a hora de fazer o pit-stop para se adaptar as novas condições de pista e conseguiu avançar até o segundo lugar. Sergio Pérez, por outro lado, não seguiu a mesma linha e acabou só em nono, mais de 1min30s atrás de Hamilton.

"No fim, podemos olhar para isso como tudo ou nada. É uma decisão difícil. Max tomou a decisão hoje e acertou. Checo decidiu ficar, pensando que poderia conseguir, e foi a decisão errada. Poderia ter acontecido de outro jeito", disse Horner em entrevista à emissora britânica Sky Sports. "Para Max, foi uma limitação de danos no campeonato, o que é fantástico. No Mundial de Construtores, perdemos pontos", seguiu.

Com o resultado desta 15ª etapa da temporada, Hamilton reassumiu a liderança do Mundial de Pilotos, apenas com dois pontos de vantagem para Verstappen. No Mundial de Construtores, a Mercedes lidera com 33 de margem para a Red Bull.

"Max cravou. Tomou a decisão certa e foi de 20º a 2º, o que é fantástico. As últimas das praças, nós sabíamos que eram historicamente pistas da Mercedes", ressaltou. "Temos de parabenizar Lewis pela vitória centenária, o que é insano", comentou.

"Hoje parece uma vitória para nós, com a punição da troca da unidade de potência e a punição no grid. Isso é enormemente valioso", concluiu.

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

ASTON MARTIN CAMPEÃ DA F1 EM 4 OU 5 ANOS: SERÁ POSSÍVEL? | GP ÀS 10

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade