PUBLICIDADE

Red Bull cobra punição a Leclerc por incidente em pesagem durante Q2 em Mônaco

Helmut Marko foi incisivo ao exigir uma punição ao pole-position em Monte Carlo por incidente durante a pesagem. Porém, disse que a Red Bull não vai reclamar com os comissários da FIA sobre o ocorrido

28 mai 2022 16h53
ver comentários
Publicidade
Helmut Marko defendeu punição drástica à Leclerc após incidente no Q2 em Monaco
Helmut Marko defendeu punição drástica à Leclerc após incidente no Q2 em Monaco
Foto: Mark Thompson/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio

A pole-position de Charles Leclerc conquistada neste sábado (28) em Mônaco deveria ser revista. Ao menos, é o que acredita o consultor da Red Bull, Helmut Marko. Para o austríaco, o piloto da Ferrari tinha de ter sido punido pela FIA por ter sido empurrado de volta ao pit-lane pelos mecânicos da equipe após a pesagem ao final do Q2 em Monte Carlo.

Em entrevista à agência austríaca ORF, Marko exigiu uma punição ao monegasco pelo ocorrido. "Se você punir isso de forma consistente, como acontece nas categorias de base, tem de haver uma reprimenda drástica como está escrito no regulamento".

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O incidente alegado por Helmut não foi nem investigado pelos comissários da FIA. A Ferrari afirmou que nada foi tocado no carro após passar pelo ponto de passagem e que não retornou à garagem entre a chamada e a pesagem.

Leclerc se defendeu da acusação de Marko e disse que não viu ponto de pesagem em Monte Carlo (Foto: Andrej Isakovic/AFP)

Leclerc deu sua versão sobre a controvérsia levantada pelo consultor da Red Bull. O monegasco argumentou que o painel é difícil de se ver quando chega ao ponto de pesagem em alta velocidade e quem percebeu a questão foi a própria Ferrari, que o parou imediatamente.

"É muito complicado aqui porque entramos nos boxes e eu nem sei onde está o painel, se é à direita ou à esquerda, então, na verdade eu não vi nada e quem viu o alarme e me disse para parar foi a equipe, felizmente", disse Charles.

Porém, Marko negou que a Red Bull vá dar andamento à reclamação para a FIA. "Não acredito que devamos interferir, mas para mim foi muito claro. Há outras equipes que ficaram atrás de Charles [Leclerc] e que estariam interessadas em subir no grid. Mas, oficialmente, não faremos nada".

A Fórmula 1 continua com o GP de Mônaco do domingo, marcado para as 10h [de Brasília, GMT-3]. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e EM TEMPO REAL.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade